Do Corpo e da Cultura: Indícios da Realidade na Perspectiva Intercultural

Por: .

Arquivos em Movimento - v.10 - n.1 - 2014

Send to Kindle


Resumo

A partir de estudos empreendidos sobre as práticas corporais como práticas sociais que produzem a pessoa, o corpo é evidenciado como produto de fabricação social mediado pela cultura. O corpo se desenvolve como pessoa para além de suas dimensões orgânica, afetiva/emocional, e intelectual, mas principalmente pela consciência de ser no mundo. A complexidade da sociedade capitalista atual, ao mesmo tempo em que determina marcas socioeconômicas produz na materialidade da pessoa, no corpo, processos de exclusão marcados pela cultura colonialista que exclui e submete a pessoa também por suas marcas identitárias específicas. A proposta é promover o diálogo interdisciplinar e intercultural a fim de trazer contribuições que tematizam os conceitos de corpo e cultura no campo da educação física, e buscam evidenciar como as práticas corporais podem ser mobilizadoras de uma educação intercultural para a descolonização dos saberes e do ser na sociedade brasileira.

Palavras-chave:

Endereço: https://revista.eefd.ufrj.br/EEFD/article/view/423

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.