Do Ocio de Veblen Ao Controle das Emoções de Elias

Por: Gonçalo Cassins Moreira do Carmo.

2002 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Este estudo busca fundamentalmente, interpretar o fenômeno lazer sob duas óticas diferenciadas. Num primeiro momento, utilizamos a “TEORIA DA CLASSE OCIOSA” de Thorstein Bunde Veblen, para investigar o surgimento da classe ociosa, o início da propriedade, o ócio e suas significações, e o estágio pecuniário. Num segundo momento, tendo como pano de fundo “O PROCESSO CIVILIZADOR”, objetivamos, sob a ótica de Norbert Elias, mapear as principais transformações ocorridas na sociedade européia durante os séculos VII a XVII, centrando as discussões acerca do crescente processo de autocontrole, ao qual a humanidade foi submetida. Destacamos, portanto, o papel central da busca do prazer e das emoções humanas para os estudos do lazer. Em síntese, procuramos em nosso estudo, possíveis pontos de aproximação entre VEBLEN e ELIAS, evidenciando a necessidade de um escólio mais amplo do fenômeno lazer e, da importância de interpretações desta natureza. 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000279899&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.