Domínio Social da Qualidade de Vida de Adolescentes e Sua Associação com Variáveis Comportamentais, Biológicas e Sociodemográficas

Por: , Rosane Carla Rosendo da Silva, Teresa Maria Bianchini de Quadros e Wagner de Campos.

Revista da Educação Física - UEM - v.26 - n.3 - 2015

Send to Kindle


Resumo

Objetivou-se analisar a percepção do domínio relações sociais da qualidade de vida de adolescentes e fatores associados. Participaram do estudo 608 adolescentes (14-19 anos), do município da Lapa, PR. Mensurou-se a massa corporal e a estatura para obtenção do índice de massa corporal. A qualidade de vida, nível de atividade física, consumo de álcool e condição socioeconômica foram avaliados através de questionários. O teste do Qui-quadrado, exato de Fisher e Regressão Logística binária foram utilizados (p<0,05). O escore médio da qualidade de vida global e do domínio relações sociais foi de 67,3 e 72,7, respectivamente. Adolescentes inativos (RC=1,63), obesos (RC=3,93) e iniciantes no ensino médio (RC=1,79) tiveram mais chance para possuir percepção negativa do domínio relações sociais. Estes achados indicam que ações de promoção da qualidade de vida de adolescentes devem considerar o nível de atividade física, o índice de massa corporal e a série escolar.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/23066

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.