Editorial: Caderno de Educação Física e Esporte: Agradecimentos Ao Prof. Dr. Mauro Myskiw

Por: Editor.

Caderno de Educação Física e Esporte - v.11 - n.2 - 2013

Send to Kindle


Resumo

O Caderno de Educação Física e Esporte lança o seu segundo fascículo. Considerando um hiato de quase dois anos sem uma publicação do Caderno de Educação Física: Estudos e Reflexões1, a decisão de ampliar a revista com a inclusão do termo Esporte refletiu positivamente na sua visibilidade e também pela procura de novos autores, oriundos de diferentes grupos de pesquisas e programas de pós-graduação em Educação Física no Brasil. Outro ponto positivo, foi o de a recolocarmos novamente dentro da periodicidade das publicações, uma vez que artigos submetidos anteriormente a mudança do título levou mais tempo de avaliação e aprovação do que esperávamos, imputando a revista a uma baixa procura para publicação. Um círculo vicioso estava instaurado: a demora para publicação de um fascículo conduziu a uma baixa procura para publicação, que por sua vez deflagou a uma grande demora no fechamento dos fascículos. O atraso se tornou irremediável! Nesse novo número são apresentados trabalhos de pesquisa das mais diferentes áreas e práticas da Educação Física. São publicados oito trabalhos, sendo cinco como artigos originais. Entre os artigos originais, apresentamos pesquisas desde o campo do ‘desenvolvimento motor’ de crianças em idade pré-escolar, de pesquisadores da Universidade Estadual de Maringá (UEM), passando por diferentes estudos sobre ‘atividade física’ e sua relação com o IDH nas capitais brasileiras (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), ‘atividade física do trabalhador’ no seu tempo de lazer, de pesquisadores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Outro estudo versa sobre as representações sociais do binômio “exercício físico e saúde”, obtidas entre servidores públicos, de pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Por último, apresentamos um estudo sobre a disciplina ‘Educação Física’ como formadora de sujeitos críticos no ensino médio, de pesquisadores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ). Na seção ensaio, publicamos um interessante estudo sobre como as ‘atividades de aventura’, tão presentes e midiatizadas no mundo hodierno, se tornaram um novo caminho para o ser humano reaproveitar o seu tempo livre e conseguir resgatar a sua “humanidade”, de uma pesquisadora da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste). Numa outra seção, publicamos um estudo baseado na experiência de projeto de extensão universitário, sobre a intervenção de diferentes práticas motoras adaptadas para pessoas com necessidades educacionais especiais, oriundo da Universidade Paranaense (Unipar). Finalizamos a apresentação deste fascículo com a publicação de um estudo de revisão sobre o treinamento resistido e seus efeitos na redução do percentual de gordura corporal em adultos, produzido por pesquisadores da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste). Assunto esse tão importante quando pensamos na grande busca das pessoas pelos serviços prestados pelos profissionais de Educação Física em estabelecimentos de práticas de exercícios físicos como os clubes, as clínicas, os estúdios, as academias de ginástica e musculação. Neste grande conjunto de artigos e temas, conseguimos garantir a fundamental e necessária pluralidade de conhecimento e intervenção apresentada no escopo da revista. Nesse particular, editorar uma revista na nossa área, com uma perspectiva plural (disciplinar e interdisciplinar), fora de um programa de pós-graduação Stricto Sensu, não tem sido uma tarefa fácil. Além disso, o número de 1 O periódico Caderno de Educação Física, Estudos e Reflexões iniciou suas atividades em 1999 e encerrou em 2011 com 18 fascículos publicados.
Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 11, n. 2, p. 09-10, jul./dez. 2013.
COMISSÃO EDITORIAL Editorial:  Agradecimentos ao prof. Mauro Myskiw10
periódicos na área da Educação Física cresceu substancialmente na última década, passando de algo em torno de 25 periódicos regulares, no início dos anos 2000, para mais de 36 na atualidade (contando somente aqueles da área da Educação Física). Um aumento de mais de 40% em pouco mais de uma década (JOB, 2009)2. Dessa forma, houve uma ampliação nas possibilidades de publicações na nossa área. Deve-se considerar também que muitos pesquisadores procuram periódicos mais bem qualificados no sistema WebQualis e que apresentam o seu fator de impacto (JCR). Apesar dessas circunstancias, nosso desafio não foi apenas de editar mais um periódico cientifico na área da Educação Física, mas que possa atender a demanda por novos pesquisadores vinculados aos grupos de pesquisa e aos programas de pós-graduação em Educação Física no Brasil e no exterior. Para todo esse processo de criação e desenvolvimento de um projeto institucional da publicação de um periódico científico, contamos com a ajuda de inúmeros colegas pesquisadores dos cursos de Educação Física da Unioeste (Licenciatura e Bacharelado), que foram ao mesmo tempo, avaliadores, editores, designers, divulgadores e autores. Vale lembrar que durante todo esse processo, foi necessário a migração de todo o acervo impresso (digitalizado) do Caderno de Educação Física para o sistema SABER da Unioeste (Plataforma SEER). Nesse novo sistema de submissão e publicação no formato eletrônico, também foi necessário a criação de todo o conjunto de instruções, documentos e normativas para as publicações através do sistema. A toda essa transformação da revista, de um veiculo impresso para uma plataforma digital, nós devemos um enorme agradecimento ao trabalho e esforço do Prof. Dr. Mauro Myskiw (Editor 2006-2013). O professor Mauro Myskiw se formou em Educação Física (Licenciatura Plena) na Unioeste em 1999, coincidentemente o ano de lançamento do Caderno de Educação Física: Estudos e Reflexões. Em 2006, ele retorna a essa instituição como docente e uma das suas missões foi a de retomar as publicações do Caderno de Educação Física, que estavam descontinuadas desde 2004. Apenas em 2008, após 4 anos, o “Caderno” retoma as suas publicações. Não por acaso, passamos a publicar a revista na sua versão eletrônica, tendo divulgação dos artigos em um sistema aberto. Esse passo importante permitiu dar uma maior visibilidade da revista para os pares em todo o Brasil. Finalmente, não podemos nos furtar de agradecer todo o trabalho dedicado pelo Professor Mauro Myskiw3 a frente da Editoria da revista ao longo desses 8 anos.

Endereço: http://e-revista.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/issue/view/612/showToc

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.