Educação e Corporeidade: Conflitos e Prazeres no Cotidiano dos Professores

Por: Nadeje Fidelis e Sérgio Borba.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

A pesquisa em processo, aborda o professor enquanto educador em sua
significação humana, portador de um corpo no qual a dor e o prazer
fundamentam o pensamento. Enfoca a unidade e complexidade humana
presente no processo educativo, destaca a importância da corporeidade
na educação, identifica na história da educação brasileira a submissão da
corporeidade, trabalha a viabilidade da conexão entre processos de vida e
processos cognitivos e focaliza o prazer como elemento fundamental no
processo de ensino-aprendizagem. No que se refere à Corporeidade, aos
desafios educacionais contemporâneos à relação educação sociedade e
cultura, à multirre ferencialidade, à autonomia da escola e ao prazer
n e c e s s á r i o a e d u c a ç ã o, re c o rre - s e re s p e c t iva m e n t e a o s s eg u i n t e s
teóricos: ASSMANN (1994, 1996, 2001); FREUD (1997); REICH ( 1989); LOWEN
(1984); FOUCAULT (1985, 1991, 2001); BORBA (2001); FREIRE (1977, 1978,
1980, 1999) SCHUTZ (1974). A metodologia utilizada é qualitativa, emprega
uma composição com a pesquisa ação e a observação participante sob um
olhar etnográfico. O universo estudado, é composto de um grupo de
27 professores do Ensino Fundamental de 5ª a 8ª série e Ensino Médio
lotado em uma escola publica estadual. Os instrumentos utilizados
s ã o : o b s e rva ç ã o p a rt i c i p a n t e ; p e s q u i s a d o c ume n t a l ; ap l i c a ç ã o d e
questionário aberto; histórias oral; entrevista com professores; vivências
com relaxamento, meditação e partilha de aprendizagens. Espera-se com
este trabalho provocar um novo olhar sobre a realidade de nossas escolas,
a partir da importância atribuída a corporeidade do professor.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/62_Anais_p235.pdf

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.