Educação Física, Cultura Corporal de Movimento, Saberes Docentes e Tecnologias: Enfrentamentos e Articulações Possíveis

Por: D. A. C. F. Hunger e E. A. Corrêa.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

Na Educação, as tecnologias nas últimas décadas vêm assumindo, em diversos momentos, as adjetivações de boas, más, novas, modernas, contemporâneas, úteis, etc., ou ainda, como imprescindíveis no mundo educacional. Assim, objetivou-se analisar o uso das tecnologias, sob a ótica de alunos, como recurso no processo de ensino e aprendizagem dos conteúdos da cultura corporal de movimento, na sua relação com a formação continuada e os saberes docentes. Trata-se de pesquisa qualitativa e por intermédio de análise bibliográfica discutiu-se inicialmente o entrelaçamento dos temas educação física, tecnologia, cultura corporal de movimento e os saberes docentes. Para obtenção dos dados foi utilizada a técnica do questionário, constituído por uma série de perguntas ordenadas, aplicado a 125 alunos do Ensino Médio de uma escola pública estadual, localizada na cidade de Jaú, Estado de São Paulo. Realizou-se a análise dos dados obtidos à luz do quadro teórico referente à cultura corporal de movimento, tecnologias e a apropriação destas informações na construção dos saberes docentes, enquanto recursos de ensino em sua máxima abrangência. Os resultados mostram que 42 alunos gostariam de usar o computador nas aulas de Educação Física, o tablete e a internet ficaram com 13 indicações, com 10 os videogames, seis pontuaram a lousa digital, quatro para bicicleta, três para jogo de vôlei em 3D, duas para vídeos e celulares, e uma indicação para placar eletrônico, equipamento de som e bola com chip, e 32 alunos não responderam. Quando questionados se as tecnologias são utilizadas nas aulas de Educação Física, 77 alunos assinalaram que nenhuma tecnologia é utilizada, para 12 alunos as respostas foram diversas como o uso de computador, internet, televisão, data show, celular e telão, já 36 alunos não responderam. As tecnologias apontadas nos resultados, indica que o professor de Educação Física pode aplicar diferentes recursos para trabalhar e usar em suas aulas. Isto exigirá dos atores sociais (professores, alunos, família, gestores da escola, gestores da educação etc.) e das políticas públicas um comprometimento com a educação, equipando as escolas, assim como a articulação dos saberes docentes e a formação continuada dos professores. Sobre os saberes docente o professor deve se apropriar desses saberes com intuito de promover a vivência das diferentes atividades desenvolvidas nas aulas de Educação Física no contexto escolar, envolvendo as tecnologias e superar a visão de algo estranho e descompromissado, ou apenas como consumo passivo de determinados produtos tecnológicos, as diferentes redes sociais, jogos eletrônicos. Conclui-se que a Educação Física pode desempenhar, por meio de atividades e o uso das diferentes tecnologias e ferramentas, uma possível emancipação social e intelectual dos indivíduos, contribuindo para a formação de seres críticos e criativos e favorecer a inclusão dos alunos no meio digital e tecnológico.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.