Educação Física e a Educação Integral e de Tempo Integral no Brasil

Por: .

151 páginas. 2016 14/11/2016

Send to Kindle


Resumo

Resumo: Para a constituição de programas educacionais e a busca por consolidação de políticas públicas educacionais, faz-se importante uma agenda de prioridade governamental. Sabemos, portanto, que no Brasil são poucas as iniciativas para efetivação de uma política pública que garanta a presença da educação de tempo integral nas escolas, mesmo que atualmente o Programa Mais Educação tenha caminhado rumo à universalização da educação integral em jornada ampliada no país. Assim, a tese teve por objetivo analisar a educação de tempo integral no Brasil e sua relação com a área da educação física, tendo como aporte o debate acerca da produção de conhecimento em educação de tempo integral e educação física na escola, bem como resultados atingidos pelo Programa Mais Educação (macrocampo Esporte e Lazer - Esporte da Escola). Para atingir o objetivo proposto, estruturamos a tese em três artigos. O primeiro apresenta uma revisão sistemática que objetivou apresentar o estado da arte da educação de tempo integral, a partir de bases de dados nacionais e internacionais, com vistas à caracterização da produção de conhecimento, bem como à identificação da presença da área da educação física nessas pesquisas. Identificamos uma correlação pouco consistente entre educação física e educação de tempo integral, diante do baixo número de artigos que discutem essa relação. Os demais artigos analisados discorrem especialmente sobre a descontinuidade das políticas públicas de educação de tempo integral. O segundo, uma revisão integrativa, teve por objetivo analisar a produção de conhecimento sobre educação física na escola no período de 1980 a 2014, por meio de uma revisão integrativa de teses e dissertações, com vistas à caracterização das pesquisas, bem como ao mapeamento das proposições para o cenário da educação integral e de tempo integral. Os resultados demonstraram que as teses e dissertações, em sua maioria, são caracterizadas como do tipo diagnóstico/descritivas, tendo a cultura corporal como tema prioritário. Concluímos que as propostas consideram uma discussão voltada para a educação integral, mas não ponderam a educação de tempo integral. E o terceiro, de caráter descritivo, objetivou discutir como o Esporte da Escola pode contribuir para a concretização da potencialidade da educação física no contexto da educação integral e de tempo integral. Concluímos que, mesmo a educação física se constituindo como uma área em potencial para ser inserida no contexto da educação integral e de tempo integral, por meio do Esporte da Escola, ainda se faz necessária a presença de monitores com formação específica na área, sendo um facilitador para a efetivação de uma educação integral de fato, tendo as práticas corporais como objeto de trabalho. De forma geral, constatamos um déficit na produção de conhecimento sobre educação física e educação integral e de tempo integral, bem como identificamos fortes vínculos entre a educação física e o Esporte da Escola, em que ambos preconizam os princípios escolares. Assim, a educação física é uma área em potencial para fortalecer os objetivos do Esporte da Escola como uma política indutora para democratizar o acesso à prática e à cultura do esporte na escola, e que ainda necessita de investimentos no sentido de elaboração de uma política pública que busque garantir o desenvolvimento de uma educação de tempo integral que contemple a educação física de forma integralizadora.

Endereço: http://nou-rau.uem.br/nou-rau/document/?code=vtls000224210

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.