Educação Física e a Dimensão Atitudinal: Um Estudo de Caso

Por: Lucas Portilho Nicoletti.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Com o início da construção dos Parâmetros Curriculares Nacionais em
1994 torna-se explícita a preocupação quanto ao ensino e aprendizagem
dos conteúdos relacionados às normas, aos valores, às regras e às atitudes,
convencionalmente chamados de dimensão atitudinal dos conteúdos. Assim,
esperava-se minimizar a manifestação do currículo "oculto" nos processos
educacionais em todos os componentes curriculare s. Esta pesquisa
observou como e s t a dimens ão é t rat ada na Edu c a ç ão Bá s i c a , ma i s
especificamente em aulas de Educação Física, nos dois primeiros ciclos do
Ensino Fundamental (1ª a 4ª séries). O valor que é dado a esta dimensão
passa a adquirir peso e importância em relação às outras duas dimensões
(conceitual e procedimental), além do fato da aula de Educação Física ser
um terreno fértil e propício para se lidar com as questões atitudinais,
contribuindo para mudanças e justificando sua presença na escola e não
apena s como um component e c u rr i c u l a r com ênfa s e na dimens ão
procedimental. Utilizamos enquanto metodologia a abordagem qualitativa
de estudo de caso. Empregamos a técnica da observação de aulas e a
elaboração de um questionário para entrevista aplicado ao professor
observado. Pudemos constatar que a dimensão atitudinal dos conteúdos é
encarada como objeto de ensino e aprendizagem pelo professor e que a
maioria das intervenções do docente acontece a partir de situações oriundas
da aula cotidiana.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/71_Anais_349.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.