Educação Física e Diversidade Cultural

Por: Roger Andrade.

VIII Congresso Brasileiro de História da Educação Física, Esporte, Lazer e Dança - CHELEF

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho tem como objetivo principal explicitar a contribuição da Antropologia para à Educação Física, entendendo-a enquanto área de conhecimento que tem centrado suas preocupações no entendimento do Outro, suas intenções e significações nos diferente contextos culturais. Situa a corporeidade na Educação Física como possibilidade de ampliar o acervo de movimentos das crianças, tomando a mímese como dimensão do conhecimento que extrapola os processos meramente cognitivos. A Educação Física Escolar tem se pautado em modelos de cunho biologizantes e homogeneizantes, não permitindo ou contemplando em suas aulas, as diferenças culturais, de gênero, classe, dentre outros. A Educação Física, deve respeitar a diversidade cultural existente nas escolas, oportunizando os alunos(a) expressaremse e compreenderem a realidade através das mais variadas formas pedagógicas possíveis.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.