Educação Física e a Linguagem do Hip Hop: Um Diálogo Possível na Escola

Por: Alison Pereira Batista, Ingrid Patrícia Barbosa de Oliveira e Rosie Marie Nascimento de Medeiros.

Conexões - v.12 - n.2 - 2014

Send to Kindle


Resumo

Este artigo objetiva relatar uma possibilidade de ação pedagógica com a linguagem do Hip-hop como conteúdo de dança nas aulas de Educação Física com a organização do ensino pautada na perspectiva histórico-crítica da Educação Física. Esta intervenção foi realizada na Escola Municipal Prof. Otto de Brito Guerra, localizada no bairro do Planalto, instituída na rede pública de ensino da cidade do Natal. Os personagens deste estudo são 32 alunos de uma turma do 7º ano do Ensino Fundamental, com faixa etária entre 11 e 13 anos de idade e que tinha em seu repertório gestual um interesse pelo universo do Hip-hop. O que determinou a abordagem deste tema foi o estudo da realidade realizado com a turma, no sentido de identificar as características presentes no cotidiano dos alunos. O ponto de partida, então foi saber quais as apropriações que os alunos faziam do Hip-hop no sentido de desmistificar certos preconceitos e ampliar o conhecimento sobre esta manifestação dançante. A experiência da dança Break-Dance, a apreciação de vídeos e o diálogo com o grupo de Hip-hop Conjunção promoveu aos alunos a compreensão dos papéis sociais existente nos diversos contextos em que o Hip-hop se manifesta.

Endereço: http://conexoes.fef.unicamp.br/ojs/index.php/fef/article/view/1139

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.