Educação Física e Regime Militar. Uma Guerra Contra o Marxismo Cultural

Por: .

116 páginas. Paco Editorial. 2015

Send to Kindle


Sobre a Obra

Existe uma evidente e perigosa influência do marxismo na educação física brasileira, e apontar algumas soluções para este estorvo é um dever cívico. Assim, é urgente a necessidade de esclarecer que as categorias utilizadas pelo marxismo, de forma contrária ao esporte, não encontram justificativa para existir. Logo, mergulhar em um resgate teórico das aulas de educação física durante os anos do ciclo militar é obrigação de todos aqueles preocupados em desmistificar o período, libertando-o das trevas e o do obscurantismo que lhe impuseram como retórica raivosa e histérica de uma esquerda revanchista e ultrapassada.

Sumário:

O Marxismo Cultural; Notas sobre a influência militar na Educação Física brasileira; A Crítica Marxista ao Desporto Racional: Apresentando as Categorias; Como o Marxismo Cultural atua na Educação Física?; Regime Militar e Educação Física (1964-1985) e a superação de uma ideologia dominante; O sistema educacional de Aristóteles e a Educação Física dos anos de 1964-1985; A Ética de Aristóteles e a ética na Educação Física militar (1964-1985); Como diriam os melhores militares do Brasil: Eles que venham. Por aqui não passarão!
 


 

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.