Educação Física Escolar e Saúde: a Experiência de Uma Escola de Ensino Médio da Região Centro Serrana do Espírito Santo

Por: Arley Grazziotti Gregório, Cesar Felipe Cumin do Nascimento e Michel Binda Beccalli.

XX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

Tendo como referência o contexto da Modernidade Líquida (BAUMAN, 2001), quando a fluidez da vida e o acesso rápido a informações relacionam-se com relações de poder, foi investigado como a saúde é percebida pela escola “Felício Melotti”. Essa pesquisa se caracteriza como qualitativa e descritiva, possuindo elementos de pesquisa documental e de estudo de campo. Foi empregada análise temática. Em função de o Projeto Político Pedagógico da instituição não abordar diretamente o tema saúde, foram consideradas as percepções de alunos, gestores e professores da escola sobre o tema, por serem responsáveis, em alguma medida, por operacionalizá-la. Foi observado que conselheiros midiáticos, conselheiros acadêmicos (GOMES, 2009), relações sujeitos-sujeitos e a escola influem nas construções das percepções de saúde. Estas apresentam elementos singulares, pois os sujeitos atribuem à atividade física e à alimentação, significados para além de questões biológicas/fisiológicas. São considerados também o tempo e trabalho como influenciadores no bem-estar, de modo a minimizar momentos de lazer e disposição para as atividades diárias.

Endereço: http://congressos.cbce.org.br/

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.