Educação Física Escolar e Inclusão: Uma Análise a Partir do Desenvolvimento Motor e Social de Adolescentes com Deficiência Visual e das Atitudes dos Professores

Por: Márcia Greguol Gorgatti.

Revista Brasileira Atividade Física & Saúde - v.3 - n.11 - 2006

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar aspectos da aptidão ísica de 24 adolescentes cegos (12 de escolas regulares e 12 de uma escola especial) e sua percepção sobre as ulas de educação física. Também foram analisadas as atitudes de noventa professores de educação física com relação à inclusão de alunos com deficiências nas escolas regulares. Quanto á atitude dos professores, erificou-se que as maiores preocupações foram sobre sua falta de preparo e a escassez de estrutura da escola ara eceber, de forma adequada, alunos dom deficiências. No que se refere aos testes de aptidão física, os alunos a escola especial apresentaram resultados superiores e uma melhor evolução em praticamente todas as variáveis esquisadas. Quanto à aceitação e à competência percebidas, novamente os alunos da escola especial emonstraram resultados mais positivos do que seus colegas de escolas inclusivas, afirmando serem mais articipativos nas aulas e sentindo-se mais bem aceitos elos colegas e pelo professor. Por fim, com relação ao conceito dos dolescentes cegos sobre educação física, observou-se que aqueles da escola especial apresentaram um conceito mais elacionado à saúde, à convivência com os amigos e ao ganho de independência. Já os das escolas inclusivas estacaram com mais força o conceito de educação física vinculado ao esporte e, em alguns casos, não conseguiram erceber sua importância enquanto disciplina escolar. Os dados mostraram que ainda são necessários ajustes para ue a inclusão nas aulas de educação física seja de fato vantajosa para os alunos com deficiências.

Endereço: http://www.sbafs.org.br/_artigos/39.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.