Educação Física Escolar: Jogar é Preciso

Por: Fábio Baccin Fiorante.

175 páginas. 2008 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho tem como proposta identificar através do discurso dos professores de Educação Física da rede pública estadual de ensino do 2º. ciclo do ensino fundamental das cidades de Serra Negra (SP) e Águas de Lindóia (SP) a concepção de jogo e sua presença nas tendências atuais em Educação Física. Objetivamos pesquisar o jogo como um instrumento pedagógico importante e determinante da Educação Física escolar que se manifesta dentro dos outros conteúdos, e a forma que o encontramos dentro das atuais tendências pedagógicas em Educação Física, e verificarmos se os discursos do professores estão convergentes ou divergentes em relação ao referencial teórico proposto para este estudo. O procedimento metodológico foi caracterizado por uma pesquisa bibliográfica proposta por Martins (2000) sobre a concepção etimológica do jogo, suas características e classificações, passando para a pesquisa sobre a “Educação” na legislação brasileira, dos momentos históricos da Educação escolar no Brasil e das tendências pedagógicas da Educação Física que surgiram após a década de 80, finalizando com a análise da Educação Física escolar perante os conteúdos da área e, realizando uma relação do jogo perante essas tendências. Utilizamos como recurso metodológico a pesquisa de campo, seguindo uma abordagem qualitativa segundo Marconi e Lakatos (2005), composta de uma ficha cadastro e uma entrevista semi-estruturada proposta por Ludke e André (1986). O universo inicial era de quarenta escolas nas cidades escolhidas, mas ao estabelecermos critérios, o número foi reduzido para oito escolas sendo que tivemos a participação espontânea de sete professores que atenderam aos requisitos da pesquisa. Para a coleta de dados foi feito o preenchimento da ficha cadastro e na seqüência, a realização da entrevista. A análise dos resultados foi realizada a partir dos dados obtidos na coleta, sendo criados categorias e indicadores para cada uma. Após esse momento, podemos considerar que para alguns indicadores houve coerência entre o discurso ouvido na entrevista e o referencial teórico. De uma forma abrangente o jogo é o conteúdo mais utilizado nas aulas, sendo utilizado por todos os professores e a concepção apresentada sobre jogo foi convergente com alguns autores da matriz teórica. O questionamento sobre as tendências pedagógicas apresentou um quadro em que foram citadas tendências coerentes com o referencial teórico e algumas que divergiram, sendo o construtivismo e o militarismo as mais citadas. A relação do jogo com as tendências pedagógicas apresentou um resultado em que as respostas não foram precisas. Destacamos que esse estudo trouxe uma reflexão sobre a importância do jogo como conteúdo da Educação Física escolar, sua implicação nas tendências pedagógicas e a necessidade de intensificarmos as nossas ações profissionais com o intuito de capacitarmos os professores de Educação Física para atuarem com mais coerência e embasados em estudos científicos. 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.