Educação Física Escolar e Jogos Olímpicos de 2016: Perspectivas de Uma Diretoria de Ensino

Por: e Viviane Ribeiro Paes.

XVIII Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e V Conice - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

Em meio aos investimentos no sentido de consolidar a Educação Física como componente curricular, a escolha do Brasil como sede dos Jogos Olímpicos de 2016, pode representar uma nova onda de supervalorização do esporte nos currículos da disciplina. O objetivo deste estudo foi o de investigar qual a relação entre Educação Física Escolar e Jogos Olímpicos a partir dos direcionamentos da Diretoria de Ensino da Rede Estadual de um município do interior do estado de São Paulo. Para a realização desta pesquisa foi utilizada abordagem qualitativa, pelo método descritivo-exploratório. Esta pesquisa contou com o uso de entrevista semiestruturada com a Professora Coordenadora de Oficinas Pedagógicas (PCOP) da Educação Física da Diretoria de Ensino (DE) da Rede Estadual de um município do estado de São Paulo e o método categorial foi utilizado para análise dos dados. Como resultado foi possível inferir a preocupação com relação à necessidade de fomentar o esporte na escola de forma crítica, pensando o advento dos Jogos Olímpicos de 2016 como uma oportunidade de ampliar a cultura esportiva. Além disso algumas iniciativas sugerem investimentos em políticas voltadas para a popularização da prática de modalidades olímpicas menos tradicionais, que supostamente poderia forjar a detecção e encaminhamento de talentos esportivos.

Endereço: http://cbce.tempsite.ws/congressos/index.php/conbrace2013/5conice/paper/view/5192

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.