Educação Física Escolar: Seleção e Organização dos Conteúdos no Município de Fortaleza - Ceará

Por: H. S. Ferreira, K. B. Fernandes, M. N. A. Souza, M. P. Sousa e T. C. L. Monte.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

A falta de elementos claros, objetivos e coerentes que auxiliem o professor de Educação Física na construção de um eixo norteador acerca da seleção e organização dos conteúdos ao longo da vida escolar, como livros didáticos, sugestões oficiais de organização de planos, bem como uma sólida formação acadêmica, acaba por dar margem à utilização pelos professores apenas dos conteúdos com os quais eles possuem alguma afinidade, ou mesmo à prática de aulas isentas de conteúdos que servem simplesmente como meios de descontração, verdadeiros passatempos que servem para consumir a energia dos alunos. A presente pesquisa teve como objetivo investigar a seleção e organização dos conteúdos na disciplina escolar de Educação Física ao longo do ensino fundamental em escolas públicas e particulares do município de Fortaleza, Ceará. Tratou-se de uma pesquisa descritiva de natureza quantitativa que foi realizada com 15 professores que ministravam aulas nesta disciplina no ensino fundamental, onde nove atuavam em cinco escolas particulares, e outros seis, em cinco escolas públicas. Como instrumento de coleta, utilizamos um questionário composto por sete perguntas que buscavam identificar quais conteúdos eram selecionados e como se dava sua organização ao longo do ensino fundamental. Os resultados mostraram que havia diversidade dos conteúdos abordados, porém, um tempo significativamente maior era destinado aos esportes. Dança e lutas foram os conteúdos mais citados como omitidos dos programas anuais por alguns professores que justificaram a atitude na ausência de habilidades motoras para trabalhar tais conteúdos. Outro aspecto observado foi que a diferença na organização de um ano para o outro se dá mais pela variação na complexidade das atividades do que na mudança dos conteúdos. A diferença mais relevante ao compararmos escolas particulares e públicas apontou que, nas primeiras, a maioria deve cumprir um programa já existente sem poder alterá-lo, o que não foi revelado nas escolas públicas. Concluímos que ainda há arraigada na cultura da disciplina estudada forte preferência pelo conteúdo esportivo em detrimento de outros conteúdos, bem como carência na diversificação deles ao longo dos anos. Acreditamos que a diversidade e a organização consciente dos conteúdos desta disciplina podem contribuir para a formação integral do indivíduo, assim, torna-se necessário um olhar mais vibrante dos professores de Educação Física para a importância da sistematização dos conteúdos para uma melhor qualidade das aulas. 

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.