Educação Física Escolar: Superando o Preconceito a Pessoa com Deficiente

Por: P. T. S. Deus e T. L. França.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo relata as experiências vividas nas aulas de Educação física escolar sobre a temática ao preconceito a pessoas com deficiência, tendo em vista que esse tema está presente na sociedade e que a discussão sobre a pessoa com deficiência é algo a ser vivenciada e a assim problematizada, afim de uma melhor compreensão a essas diferenças individuais e que consequentemente atinge o espaço escolar e se mostra com atitudes e comportamentos discriminatórios que afetam o processo de formação humana e social que a escola tem como perspectiva. Por isso, se fez necessária uma abordagem sobre o assunto de forma que todos, alunos e professores pudessem construir juntos as experiências e problemáticas. Assim, tivemos como objetivo vivenciar e problematizar práticas corporais que possam superar preconceitos e dificuldades vivenciadas pela pessoa com deficiência, e ao dialogo com outros sobre o tema em questão, possibilitar uma nova visão não preconceituosa, respeitosa a pessoas com deficiência e a valorização a suas diferenças individuais. Esta ação foi realizada junto às crianças e adolescentes, a partir de dinâmicas e debates participativos pelos alunos e professores na semana da pessoa com deficiência. Metodologicamente a pesquisa-ação teve como base e alicerce do estudo, a abordagem crítico-superadora, orientadas pelos conceitos da etnometodologia, que constituem também a construção das aulas de Educação Física. Assim, foram realizadas observações participativas junto aos oitavos e nonos anos do ensino fundamental da escola estadual Timbi, em Camaragibe-PE, que compõe o projeto PIBID (Programa Institucional de Bolsa de iniciação a Docência) norteado pelos princípios do grupo de pesquisas e estudos NIEL (Núcleo Interdisciplinar de Estudos do Lazer). A experiência contou com a participação dos alunos juntamente com os professores da disciplina de Educação Física, e trouxe dos alunos e professores um conhecimento prévio sobre o assunto, preconceito e pessoas com deficiência, assim não houve dificuldades em debater e vivenciar o conteúdo, e de como superar com o preconceito que muitos da sociedade ainda têm, servindo como troca de conhecimento e informações entre os mesmos e além da escola, ainda, servindo assim como papel importante na formação humana e na socialização. Portanto, temos a convicção e responsabilidade que a disciplina de Educação Física tem em despertar situações problematizadoras, assim, estimulando a reflexão dos alunos ao preconceito a pessoas com deficientes e construindo um novo paradigma de pensamento. Dessa forma, visando atitudes de inclusão, respeito, sociabilização e interação para com todos.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.