Educação Física Escolar: Uma Realidade nas Creches e Pré-escolas do Município de Goiatuba (GO)

Por: A. M. M. Mariano, L. Diniz Barreira, M. A. Borges e R. D. Santos.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

A fase pré-escolar é a primeira etapa básica no processo de educação ao longo da vida. Destina-se a crianças com idades compreendidas entre os 3 anos e a idade de ingresso no ensino básico. Em razão de sua importância no processo de constituição do sujeito, a Educação Infantil em creches ou entidades equivalentes (crianças de 0 a 3 anos) e em pré- escolas (crianças de 4 a 6 anos) tem adquirido, atualmente, reconhecida importância como etapa inicial da Educação Básica e integrante dos sistemas de ensino. Atualmente o papel da Educação Física na escola é de difícil aceitação quanto à sua importância. Este estudo tem como objetivo geral verificar qual a realidade das creches e pré-escolas em relação à atuação do professor de Educação Física. A pesquisa realizada foi embasada pela abordagem descritiva, quantitativa e qualitativa. Participaram deste estudo, 11 profissionais que trabalham com recreação e aulas de Educação Física da rede escolar municipal da cidade de Goiatuba (GO). Como estratégias metodológicas a pesquisa envolveu a utilização de dois instrumentos: um questionário para levantar dados sobre os sujeitos, outro para saber os tipos de atividades oferecidas pelos sujeitos entrevistados às crianças e o conhecimento do desenvolvimento de crianças de 0 a 6 anos. Com relação ao gênero, 63,63% da amostra era composta por mulheres, enquanto que o restante de 36, 37% eram homens. A idade média dos sujeitos participantes era de 37,2 anos, sendo a idade mínima de 23 anos e a idade máxima de 47 anos. A respeito dos cursos de formação (graduação e licenciatura) encontramos 45,46% dos professores entrevistados eram formados em Educação Física, 18,18% eram formados em Pedagogia, 18,18% estavam em formação e 18,18% tinham suas formações em Educação Física e Pedagogia. A partir das análises desenvolvidas, podemos constatar que os professores se contradizem no que diz respeito a pratica e teoria, pois muitos deles utilizam os métodos e atividades que são essenciais para o desenvolvimento infantil, porém os dados revelam que a maioria desses professores não conhecem os principais autores que falam do desenvolvimento das crianças. O estudo também proporcionou uma leitura acerca da formação dos profissionais atuantes na recreação da educação infantil, pois muitas vezes profissionais que são formados em Pedagogia não possuem uma formação inicial tão focada no movimento quanto aquela da Educação Física.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.