Educação Física Infantil: Uma Prática na Linguagem

Por: , Eliane Gomes da Silva e Lúcia Helena Ferraz Sant’agostino.

VIII Seminário de Educação Física Escolar da USP

Send to Kindle


.Resumo

A partir dos estudos da “nova sociologia da infância”, temos como objetivo fundamentar teoricamente uma prática de educação física infantil que tome como base os eixos que estruturam as culturas infantis - ludicidade, fantasia do real, reiteração e interatividade – e que considere a linguagem como conceito central. Pesquisas empíricas têm demonstrado a maneira paradoxal como procede a lógica da educação infantil em relação ao modo específico do “Ser-criança”. O cientificismo moderno vê a criança como ser em formação, etapista, transitório e imperfeito. Seu desenvolvimento, sobretudo sob o olhar pedagógico, é seccionado em infinitos comportamentos e habilidades (cognitivo, afetivo, social, motor e lingüístico). Disso resulta a lógica vigente na escola, dividida em disciplinas que se tornaram incapazes de pensar a criança na sua totalidade e naquilo que ela é como ser singular, social e culturalmente situada. 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.