Educação Física no Ensino Médio: Experiências Educativas Inspiradas Pelos Ensinamentos Freireanos

Por: e Valdilene Aline Nogueira.

Caderno de Educação Física e Esporte - v.18 - n.1 - 2020

Send to Kindle


Resumo

Relatamos uma experiência educativa, produzida nas aulas de Educação Física no Ensino Médio, que foi inspirada pela educação libertadora de Paulo Freire. O projeto ocorreu com uma turma do 3º ano do curso de Eletrônica integrado ao Ensino Médio do Instituto Federal de São Paulo, durante o ano de 2019. Os alunos e as alunas vivenciaram jogos, brincadeiras, lutas, danças, ginásticas e esportes de diferentes culturas, refletiram sobre os conhecimentos históricos, econômicos, políticos, sociais, biológicos e fisiológicos que atravessam as manifestações da cultura corporal e produziram conhecimentos sobre as práticas corporais. Ao final do relato, foram construídos princípios ético-crítico-políticos que podem inspirar a prática político-pedagógica dos docentes de Educação Física progressistas.

Referências

ARROYO, Miguel. Experiências de inovação educativa: o currículo na prática da escola. In__MOREIRA, Antônio Flávio Barbosa. Currículo: políticas e práticas. 4ª ed. Campinas, SP: Papirus, 1999. p. 131-164.

BARBOSA, Rogério Andrade. Ndule, Ndule: assim brincam as crianças africanas. São Paulo: Melhoramentos, 2011.

BAUMAN, Zygmunt. Vida para o consumo: transformação das pessoas em mercadoria. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.

BOSSLE, Fabiano. Nosso “inédito viável”: professor de Educação Física intelectual transformador. In__ MALDONADO, Daniel Teixeira; NOGUEIRA, Valdilene Aline; FARIAS, Uirá de Siqueira. Os professores como intelectuais: novas perspectivas didático-pedagógicas na Educação Física Escolar brasileira. Curitiba: CRV, 2018. p. 19-34.

________. Atualidade e relevância da educação libertadora de Paulo Freire na Educação Física Escolar em tempos de “Educação S/A”. In: SOUSA, Cláudio Aparecido; NOGUEIRA, Valdilene Aline; MALDONADO, Daniel Teixeira. Educação Física Escolar e Paulo Freire: ações e reflexões em tempos de chumbo. Curitiba: CRV, 2019. p. 17-32.

BOSSLE, Fabiano; BOSSLE, Cibele Biehl. “O conhecimento de quem é mais valioso?” Educação Física Escolar, educação crítica e pesquisa científica no grupo DIMEEF/UFGRS. In: BOSSLE, Fabiano. Educação Física Escolar, etnografias e autoetnografias: a formação de intelectuais transformadores. Curitiba: CRV, 2018. p. 15-32.

CASTELLANI FILHO, Lino et al. Metodologia do Ensino da Educação Física. 2ª ed. São Paulo: Cortez, 2009.

CORTI, Ana Paula. Política e significantes vazios: uma análise da reforma do Ensino Médio de 2017. Educação em Revista. Belo Horizonte, v. 35, e201060, 2019.

CUNHA, Debora Alfaia. Brincadeiras Africanas para a Educação Cultural. Castanhal, PA: Edição do Autor, 2016.

FIORI, Ernani Maria. Aprender a dizer a sua palavra. In: FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 59ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015. p. 11-30.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 49ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014a.

_________. Política e Educação. São Paulo: Paz e Terra, 2014b.

_________. Conscientização. São Paulo: Cortez, 2016a.

_________. Pedagogia da Tolerância. 5ª ed. São Paulo: Paz e Terra, 2016b.

FREIRE, Paulo; GUIMARÃES, Sérgio. A África ensinando a gente: Angola, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe. 2ª ed. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

GRANDO, Beleni Saléte. Jogos e culturas indígenas: possibilidades para a educação intercultural na escola. Cuiabá: EdUFMT, 2010.

HOOKS, Bell. Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade. 2ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 2017.

KUNZ, Elenor. Transformação didático-pedagógica do esporte. 7ª ed. Ijuí: Unijuí, 2006.

MALDONADO, Daniel Teixeira; NEIRA, Marcos Garcia. Didática(s) da educação física escolar: colocando em evidência histórias que não se contam. Anais do II Encontro Pensando a Educação Física Escolar. Minas Gerais: IFMG e UFMG, v. 1. p. 70-78, 2019.

NEIRA, Marcos Garcia. Educação Física Cultural: inspiração e prática pedagógica. Jundiaí: Paco, 2018.

OLIVEIRA, João Ferreira. A função social da educação e da escola: tensões, desafios e perspectivas. In__FERREIRA, Eliza Bartolozzi; OLIVEIRA, Dalila Andrade. Crise da escola e políticas educativas. 2ª ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2013. p. 237-252.

PRISTA; António; TEMBE, Mussá; EDMUNDO, Hélio. Jogos de Moçambique. Instituto Nacional de Educação Física – Maputo. Lisboa: Centro de documentação e informação Almir Cabral, 1992.

RIPPOL, Oriol; CURTO, Rosa Maria. Jogos de todo o mundo. São Paulo: Ciranda cultural, 2011.

SAVIANI, Demerval. Teorias Pedagógicas contra-hegemônicas no Brasil. Revista do Centro de Educação e Letras da UNIOESTE. Campus de Foz do Iguaçu, v. 10, n. 2, p. 11-28, 2008.

SLEE, Tom. Uberização: a nova onda do mercado precarizado. São Paulo: Editora Elefante, 2017.

Endereço: http://e-revista.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/article/view/23502

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.