Educação Física na Pré-escola: da Especialização Disciplinar à Possibilidade de Trabalho Pedagógico Integrado

Por: Deborah Thomé Sayão.

165 páginas. 1996

Send to Kindle


Resumo

O objetivo maior deste estudo é compreender a natureza da inserção da Educação Física no âmbito da Educação Infantil. Neste sentido, além de problematizar, no quadro da Pré-Escola brasileira, a discussão de sua especificidade e, no quadro da Educação Física, as suas referências para crianças de 0 a 6 anos, analisa a trajetória de uma experiência na Rede Municipal de Ensino de Florianópolis-S.C. onde esta disciplina/atividade foi implantada por intermédio de "profissionais especializadas", em 1982, persistindo até 1995. A partir das representações docentes - tanto de professoras de sala, quanto de professoras de Educação Física - e dos documentos produzidos no período, busquei identificar a especificidade que a Educação Física, historicamente, traçou para si enquanto componente curricular da educação de crianças da faixa etária de quatro a seis anos de idade. Nesta direção, a organização do trabalho pedagógico e as interações entre as diferentes profissionais foram, também, alvo de análise. Os dados demonstraram que a Educação Física, até o presente momento, não conseguiu consolidar-se nem como atividade (com fins em si mesma), nem como disciplina (onde conteúdos e métodos são organizados hierárquica e sistematicamente), em função do constante conflito que esta forma de organização do conhecimento ocasionou no interior das unidades educativas, às Creches e aos Núcleos de Educação Infantil. As representações das diferentes profissionais quando cruzadas com a "História das Disciplinas Escolares", como abordagem da Sociologia do Currículo, apontam uma concepção fragmentária do conhecimento onde o "corpo", como o campo de domínio da Educação Física, está vinculado à ordem do psicomotor e a "mente" está em estreita relação com a cognição, desconhecendo-se, assim, a criança como ser histórico-social que apreende o mundo. Além disto, através das interações corporais que estabelece com as outras crianças e com os adultos e, em face de suas características e necessidades, tem sua forma privilegiada de linguagem no brincar.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=1931&listaDetalhes%5B%5D=1931&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.