Educação Física e Promoção da Saúde: Um Estudo Sobre Trabalhadores da Indústria Vinícola

Por: Josaine Brandelli.

113 páginas. 1991 08/12/1991

Send to Kindle


Resumo

Este estudo teve dois objetivos: (a) descrever o status de saúde e o meio-ambiente de doze trabalhadores de uma indústria vinícola em Garibaldi/RS, e (b) discutir responsabilidades, papel e ações interativas da educação física a fim de apoiar práticas saudáveis, o uso adequado e criterioso dos serviços de saúde disponíveis, e as decisões (individuais e coletivas) para promover o status de saúde dos trabalhadores e o meio-ambiente. O capítulo um apresenta uma visão geral das mudanças na qualidade e estilos de vida dos trabalhadores no Brasil neste século. O capitulo dois destaca o crescimento constante do conjunto de idéias denominado promoção da saúde. O conceito de promoção da saúde adotado reconhece a natureza multifatorial da saúde, enfatiza o envolvimento comunitário e a desmedicalização e incorpora a educação para a saúde. O capitulo três apresenta e discute resultados. Observações sistemáticas, entrevistas semi-estruturadas e testes específicos (OWAS, Flexiteste, O-Scale, V02 Máx. - protocolo de Astrand em cicloergômetro, flexões abdominais) foram usados. Os resultados revelam uma condição física deficiente, estilos de vida (individuais e coletivos) pouco saudáveis e uma baixa qualidade de vida. Entretanto, a educação física pode desenvolver ações interativas a fim de apoiar práticas saudáveis na indústria estudada e colaborar no aprimoramento do ambiente de trabalho.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=1105&listaDetalhes%5B%5D=1105&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.