Educação Física e Saúde : Necessidades e Desafios nos Currículos de Formação Profissional

Por: Carolina Santos Barroso de Pinho.

2011 28/02/2011

Send to Kindle


Resumo

Esta pesquisa se insere na temática geral da Formação de Professores e na luta política pela qualidade dessa formação, especialmente no campo da Educação Física. Neste trabalho, delimitamos como objetivo principal identificar e analisar os fundamentos teórico-metodológicos que sustentam os currículos para formação de professores de Educação Física, particularmente no trato com o conhecimento da relação educação física/saúde. Este estudo se justifica pela necessidade de superar o "colonialismo epistemológico" que determina historicamente a dependência da área de conhecimentos oriundos de outros campos do saber, caracterizando a Educação Física como um campo de ciências aplicadas, dificultando sua autonomia e desenvolvimento epistemológico. A construção de uma nova proposição teórica já vem acontecendo quando abordamos com prioridade os problemas concretos da prática profissional e as necessidades do desenvolvimento educacional e social da realidade brasileira. Espera-se contribuir com a reconceptualização dos currículos dos cursos de formação de professores de Educação Física, especialmente acerca da relação educação física/saúde. Tomamos como referência a proposição elaborada pelo grupo conhecido como "Coletivo de Autores" fundamentada na teoria crítico superadora. Os projetos de formação de professores de educação física são entendidos como a expressão da luta de perspectivas diferenciadas no campo da educação e, no âmbito mais geral, dos interesses em conflito dentro da sociedade. A compreensão do conflito entre diversos projetos de sociedade é perpassada pela análise das contradições das relações de produção e se expressam através de diversas mediações, dentre elas, nos currículos para formação de professores em geral, e em particular, da Educação Física. Neste sentido, entendemos que para compreender melhor esses conflitos e para sustentar a busca de alternativas para problemática da formação do profissional dos educadores no Brasil é necessário identificar os fundamentos teóricos que dão suporte a esses projetos de formação profissional. Com base nessa problemática, perguntamo-nos: como se apresentam os fundamentos teóricos metodológicos acerca da relação educação física/saúde nos currículos de formação de professores no Brasil? Para responder esta questão, realizamos uma pesquisa bibliográfica e documental sobre os conteúdos delimitados nas legislações, com enfoque nas resoluções das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Física (DCNEF), e sobre os programas dos cursos de Educação Física dos cursos de formação profissional em educação física da UNICAMP, a fim de identificar as diversas compreensões da relação entre Educação Física e Saúde nos currículos dos cursos de formação profissional. Com base na referência do materialismo histórico dialético, buscamos identificar relações com os projetos em conflito na sociedade e os interesses, visões e perspectivas que poderão influenciar as diversas compreensões do currículo na formação profissional e o trato com o conhecimento sobre a relação educação física/saúde. 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000831728&opt=4

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.