Educação Física, Sociologia, Futebol: Uma Interpretação do Brasil

Por: .

XVII Congresso de Ciências do Desporto e Educação Física dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Reflexões e prolegômenos

O conhecimento do Brasil passa pelo futebol José Lins do Rego (1901-1957) Desde o ano de 2009, mais acentuadamente a partir de 2012, o Brasil alcançou níveis perturbadores de práticas de violência no âmbito do futebol, sobretudo nos índices de mortes comprovadas pelo inquérito policial, resultantes de confrontos diretos entre segmentos radicais de torcedores infiltrados nas associações das torcidas organizadas, em todo o país, de norte a sul, de leste a oeste. A título de exemplo, somente em 2013, foram 30 as mortes comprovadas de torcedores, em decorrência de conflitos entre grupos delituosos no interior das torcidas organizadas. O futebol é um “fato social total” (MAUSS, 1974), ou seja, através dele pode-se observar e interpretar o conjunto das instituições de uma determinada estrutura social. Em decorrência, o futebol torna-se um instrumento cultural de investigação, reflexões e saberes sobre os fundamentos das estruturas sociais do Brasil (e não só do Brasil), de nossos modos de ser, de nossos dilemas, contradições e possibilidades de superação de entraves históricos e sociológicos. Por evidente, o futebol não é panaceia, ou seja, “remédio para todos os males”, claro que não, mas ajuda a sinalizar possibilidades socioculturais, educacionais e éticas, de participação coletiva, inclusão, democratização de conhecimentos e participação popular

Endereço: http://cev.org.br/biblioteca/cuidar-da-casa-comum-da-natureza-da-vida-da-humanidade-oportunidades-e-responsabilidades-do-desporto-e-da-educacao-fisica-vol-1/

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.