Educação Física Versus Deficiência: Prevenindo e Reabilitando Anomalias

Por: Henriques Pinito Abílio Nhacula.

VII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

A "Assembléia de Deus" no Brasil congrega cerca de 16 milhões de seguidores, mais ou menos 10% da população do país. Devido ao imenso zelo pelos costumes eclesiásticos que oscaracterizam, osreferidos religiosos subestimam o hábito de praticar exercícios físicos, mesmo quando por prescrição médica. O objetivo deste trabalho foi conscientizá-los sobre a necessidade daprática regular e metódica dessas atividades namanutenção e/ou aprimoramento da saúde, bem como adverti-los contra os perigos de sua abstenção. Optamos por este tema em virtude da elevação dos índices depatologias como a obesidade, hipertensão arterial, arritmias, osteoporose, coronariopatias... além do excessivo trabalho intelectual a que muitos fiéis se submetem, podendo levar à ansiedade, estafa, stress etc. O estudo, caracterizado como pesquisa bibliográfica, foi desenvolvido à partir de várias referências especializadas e apresentando no I Encontro de Profissionais Liberais Cristãos, realizado na Igreja Evangélica Assembléia de Deus de Uberlândia, aos 6 de dezembro de 1998. Os primeiros resultados foram imediatos e encorajadores: muitos deles contactaram-nos logo após oevento e nos dias subseqüentes, buscando detalhes sobre o assunto, assim como informações sobre as condições de acesso aos programas comunitários desenvolvidos pelo Núcleo de Documentação e Pesquisa na Área deEducação Física e Deficiência daUFU, sobretudo com relação à musculação, natação e hidroginástica. Concluímos que essa visão céptica da Igreja em relação à atividade física poderia ser superada por um maior envolvimento de acadêmicos e/ou professores técnico-cientificamente qualificados e moralmente aprovados, que priorizassem a Educação Física para a saúde em relação ao Desporto de alto rendimento.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.