Educação, Jogo de Corpo e Mandinga na Capoeira de Bimba

Por: Nilene Matos Trigueiro e Ricardo de Figueiredo Lucena.

Cadernos Cedes - v.38 - n.104 - 2018

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho se propôs a discutir como a capoeira escrava, criminalizada e violenta foi ressignificada sob a influência do Mestre Bimba, no final do século XIX, transformando-se em esporte nacionalmente conhecido como ginástica brasileira, no início do século XX. Em uma rua pobre do Pelourinho, Salvador, Bahia, em que habitavam vadios e prostitutas, Mestre Bimba estabelece a sua academia, fazendo da prática a qual dedicou toda a sua vida um espaço de educação e luta por reconhecimento em que a “mandinga”, a “malevolência” e a “malandragem” tornam-se objetos de ensino para brancos, negros, pobres e ricos. 

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0101-32622018000100089&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.