Efeito de 10 Semanas de Treinamento com Pesos Sobre Indicadores da Composição Corporal

Por: Alexandre Queiroz Segantin, Claudinei Ferreira dos Santos, Danielle Montemor Picheth, Denilson Braga Porto, , Guilherme Félix, Rodrigo Sabóia Mattanó e Tony Anderson Crestan.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.10 - n.2 - 2002

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de dez semanas de treinamento com pesos (TP) sobre indicadores da composição corporal. Dezesseis homens (23,0 ± 2,1 anos) sedentários, mas aparentemente saudáveis, foram aleatoriamente divididos em grupo-treinamento (GT, n = 8) e grupo - controle (GC, n = 8). O GT realizou TP durante dez semanas consecutivas (três sessões semanais, em dias alternados), ao passo que o GC não se envolveu com a prática de nenhum programa sistematizado de atividades físicas, nesse período. Onze exercícios compuseram o programa de TP, cada qual realizado em três séries de 8-12 RM. Medidas de dobras cutâneas foram coletadas antes e após o período de intervenção. Incrementos significantes na massa corporal (4%) e na massa magra (3,8%) foram verificados somente no GT, o que acarretou diferenças (p<0,05) na comparação entre os grupos (GT>GC). Nenhuma alteração no componente adiposo foi observada durante o período analisado em ambos os grupos (p>0,05). Os resultados sugerem que o TP contribui para o aumento da massa magra. Por outro lado, o período de dez semanas de TP, de forma isolada, sem orientação nutricional, não parece ser suficiente para a redução dos depósitos de gordura corporal. PALAVRAS-CHAVE: composição corporal, dobras cutâneas, treinamento com pesos.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.