Efeito de 12 Semanas de Treinamento com Pesos Sobre a Força Muscular e a Composição Corporal de Mulheres Idosas

Por: Matheus Amarante do Nascimento.

2009 30/07/2009

Send to Kindle


Resumo

As reduções na força muscular e as modificações na composição corporal, observadas com o envelhecimento, podem comprometer, sobremaneira, a qualidade de vida de indivíduos idosos. Nesse sentido, a prática regular sistematizada de exercícios com pesos tem sido recomendada, sobretudo, para a população idosa. Objetivo: Verificar os efeitos de 12 semanas de treinamento com pesos sobre a força muscular e a composição corporal de mulheres idosas sedentárias e saudáveis. Métodos: Vinte e duas mulheres idosas (66,3 ± 4,8 anos, 60,7 ± 9,1 kg, 156,1 ± 5,9 cm) foram submetidas a um programa de treinamento com pesos, durante 12 semanas, três vezes por semana, em dias alternados, enquanto outras 22 idosas (66,4 ± 4,0 anos, 63,3 ± 7,5 kg, 155,5 ± 5,8 cm) compuseram o grupo controle, o qual realizou exercícios de alongamento, durante o mesmo período, duas vezes por semana. O desempenho motor em testes de 1-RM nos exercícios supino vertical, cadeira extensora e rosca scott de bíceps foi utilizado como indicador de força muscular. A composição corporal foi avaliada por meio da absortometria radiológica de dupla energia, fornecendo informações sobre a massa gorda, massa corporal magra e conteúdo mineral ósseo. Análise de variância de dois fatores (ANOVA two-way) para medidas repetidas foi utilizada para as comparações entre a força muscular e a composição corporal dos grupos treinamento e controle ao longo do tempo. O teste post hoc de Scheffé foi empregado para a identificação das diferenças específicas nas variáveis em que os valores de F encontrados foram superiores aos do critério de significância estatística estabelecido (P < 0,05). Resultados: Não foram encontradas diferenças significativas em nenhum dos componentes da composição corporal e no desempenho no teste de 1-RM no exercício rosca scott de bíceps, nas comparações intra e inter-grupos (P > 0,05). Por outro lado, interações grupo x tempo foram identificadas, com o grupo treinamento aumentando significantemente (P<0,05) a força muscular nos exercícios supino vertical (~12%) e cadeira extensora (~13%). Conclusão: Os resultados sugerem que um período de 12 semanas de treinamento com pesos parece ser suficiente para a melhoria da força muscular em grandes grupos musculares, embora com pouco impacto sobre a composição corporal, em mulheres idosas. 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.uel.br/document/?code=vtls000162542

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.