Efeito de 6 Meses de Hidroginástica Sob o Colesterol Total de Mulheres de Meia Idade

Por: Darlan Muller Nakato, Giseli de Barros Silva, Kátia Maíra Câmara Moreira, Leandro Paschoali Rodrigues Gomes e Wonder Passoni Higino.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Introdução: De todos os componentes aterogênicos potencialmente modificáveis,
o colesterol é o que apresenta as maiores evidências e têm os mecanismos mais bem
entendidos. O colesterol total sangüíneo, devido a sua estreita correlação com a
concentração de LDL colesterol é um fator de risco para Doença Arterial Coronária
por aumentar a gravidade da aterosclerose. Objetivo: O estudo propõe investigar se
a hidroginástica a uma intensidade moderada é um meio eficiente de reduzir o
colesterol total em mulheres de meia idade. Material e métodos: Para o estudo,
utilizou-se uma amostra composta por 11 mulheres de meia idade (41,3±6,8anos),
onde todas passaram por uma avaliação inicial e conseqüentemente iniciaram um
programa de hidroginástica de seis meses, sendo uma hora por dia, três vezes por
semana a uma intensidade moderada controlada em torno de 80% da freqüência
cardíaca máxima. Antes e após os 6 meses de treinamento obteve-se uma amostra
de sangue venoso para analisar o colesterol total através do método enzimático. Para
o tratamento estatístico utilizou-se teste t-student para pré e pós treinamento, sendo
aceito como significante P<0,05. Resultados: Características do sujeitos no início do
treinamento (massa corporal 81,2±25,7kg; % de gord. 29,8±9,6%; IMC 33,9±7,9kg/
m2; Vo2max 31,4±8,5ml/kg/min).As concentrações sanguíneas de colesterol pré-
treinamento foram 239,3±40,9mg/dl e pós-treinamento 190,3±55,7mg/dl com
P=0,01 demonstrando que houve uma diferença significante após o treinamento de
seis meses de hidroginástica sob o colesterol total em mulheres de meia
idade. Conclusão:A atividade física regular, especialmente o exercício aeróbio habitual,
afeta positivamente o perfil lipídico, sugerindo que a aptidão física está inversamente
relacionada ao colesterol total. No estudo, podemos observar que houve uma redução
no colesterol total sanguíneo após o treinamento, apenas acrescentando ao que
muitos estudos têm demonstrado a importância da prática regular de exercícios
físicos como método preventivo à doença cardíaca coronariana.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/64_Anais_p277.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.