Efeito Agudo da Acupuntura, Atividade Física Lúdica e da Realidade Virtual Sobre a Dor Após Cirurgia Cardíaca

Por: João Barbosa Pereira Júnior.

52 páginas. 2016 30/08/2016

Send to Kindle


Resumo

A prescrição de atividade física no pós-operatório para pacientes submetidos à toracotomia para cirurgia cardíaca possui grande importância para reabilitação e o controle álgico. Contudo, compreender os benefícios das inúmeras possibilidades de intervenção faz-se necessário, logo, o presente estudo objetivou avaliar o efeito de atividade lúdica, da utilização da realidade virtual, bem como da Acupuntura para atenuar a dor dos pós-operatória da unidade cardiotorácica submetidos à cirurgia cardíaca. Para tanto, a amostra foi composta de 27 pacientes com idades entre 45 a 65 anos submetidos à toracotomia para cirurgia cardíaca, sendo aplicadas as escalas visuais analógica (EVA) e numérica (EVN) para a análise de mitigação da dor, bem como mensuração da pressão arterial (PA) e da frequência cardíaca (FC) pré e pós intervenções. Os participantes foram divididos em quatro grupos no pós-operatório: a) Realidade Virtual utilizando um único jogo que não necessita de controle no PS4; b) Acupuntura elétrica em corrente mista de 4hz à 10hz; c) Atividade Lúdica na forma de basquetebol adaptado à realidade hospitalar e; d) Grupo controle que seguiu os procedimentos habituais do hospital. A análise estatística foi realizada através de medidas de tendência central e variância, sendo a significância estatística menor que 0,05. Após os programas de intervenção dos pacientes e da alta hospitalar, verificou-se que a realidade virtual e a Acupuntura melhoraram satisfatoriamente a dor auto relatada dos pacientes (p<0,05), sendo que o período pós-acupuntura em relação as demais intervenções (p<0,05). Com relação aos parâmetros cardiovasculares, a Acupuntura demonstrou maior efetividade (p<0,05), com redução da PAS e da FC consequentemente o Duplo Produto (DP). Concluímos que a eletro-acupuntura é a intervenção mais eficaz para mitigar a dor e controlar as variáveis hemodinâmicas, em relação as demais sessões, sendo a Realidade Virtual também satisfatória para o controle do quadro álgico.

Endereço: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4963

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.