Efeito Agudo do Número de Séries de Exercícios do Método Pilates nas Respostas Cardiovasculares em Mulheres Hipertensas

Por: Jocarla da Conceição Chagas.

62 páginas. 2016 26/08/2016

Send to Kindle


Resumo

Introdução: O método Pilates, caracterizado como exercício de força, tem se mostrado benéfico no fortalecimento muscular, condicionamento físico e redução do percentual de gordura. Contudo, poucos estudos investigaram o seu efeito sobre as respostas cardiovasculares, além de apresentarem lacunas no que se refere as variáveis de treinamento. Objetivo: Avaliar os efeitos agudos do número de séries de exercícios do método Pilates nas respostas cardiovasculares em mulheres hipertensas. Métodos: Dezessete mulheres, sendo oito hipertensas (59 ± 1,7 anos) e nove normotensas (57 ± 1,6 anos) foram submetidas a duas sessões de Pilates composta por 15 exercícios com uma ou três séries, ambas com 10 repetições, intervalo de um minuto de repouso entre as séries e intensidade moderada. Foram realizadas medidas de pressão arterial (PA) e frequência cardíaca (FC) durante 20 minutos, previamente ao exercício, e por 60 minutos, após as sessões. Resultados: A análise entre grupos demonstrou que o número de série não interferiu nas respostas de PA, FC e duplo produto (DP). Na análise intragrupos verificou-se redução da FC em todos os grupos. No grupo de hipertensas foi observado redução do DP após ambas as sessões de Pilates, e no grupo de normotensas somente após a sessão com uma série. Conclusão: O comportamento das variáveis, após uma sessão de exercícios, demonstra que realizar uma ou três séries de exercícios do método Pilates não interfere nas respostas cardiovasculares de mulheres hipertensas.

Endereço: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4964

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.