Efeito Agudo da Potencialização Pós-ativação Sobre o Desempenho do Salto Vertical com Contramovimento e no Frequency Speed Of Kick Test em Atletas de Taekwondo

Por: Jonatas Ferreira da Silva Santos.

2014 18/06/2014

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi investigar o efeito dos exercícios meio-agachamento, salto e complexo (agachamento + saltos), seguido por intervalos de 5 min, 10 min ou auto-selecionado sobre o desempenho no salto vertical com contramovimento (CMJ - countermovement jump) e frequency speed of kick test (FSKT). Para isso, 11 atletas de taekwondo, faixas-preta foram submetidos a nove protocolos experimentais e um controle realizados aleatoriamente. Cada sessão experimental foi composta pelo aquecimento, uma atividade condicionante (meio-agachamento: três séries de uma repetição a 95% de 1RM; pliometria: três séries de 10 saltos sobre barreira de 40 cm; ou exercicio complexo: meio-agachamento com três séries de duas repetições a 95% de 1RM seguido por quatro saltos sobre barreira de 40 cm), e um intervalo (5 min, 10 min ou intervalo auto-selecionado) antes da realização do CMJ e FSKT. Houve diferença estatisticamente significativa sobre o número de golpes aplicados (F9,90 = 2,90; P = 0,005, h2 = 0,225 [pequeno]). O exercício complexo com intervalo de 10 min (23 ± 5 repetições) foi superior a condição controle (19 ± 3 repetições), meio-agachamento com intervalo auto-selecionado (18 ± 2 repetições, P = 0,015) e saltos com intervalo de 5 min (18 ± 3 repetições, P < 0,001). Nossos resultados indicam que atletas de taekwondo podem aumentar o número de golpes aplicados em teste específico após a realização do exercício complexo. Outro objetivo deste estudo foi investigar o efeito do volume e intensidade sobre o desempenho no CMJ e FSKT. Para isso, nove atletas de taekwondo, faixaspreta foram submetidos a quatro sessões experimentais e uma sessão controle realizadas aleatoriamente. Cada sessão experimental foi composta pelo aquecimento, uma atividade condicionante no exercício meio-agachamento (sessões experimentais: uma série de três repetições a 50% ou 90% de 1RM ou três séries de três repetições a 50% ou 90% de 1RM), seguido por intervalo de 10 min antes da realização do CMJ e cinco séries do FSKT. O desempenho do FSKT caiu ao longo das séries (F3,21;128,36 = 25,344; P < 0,001, h2 = 0,388 [muito grande]). Não houve efeito do volume e intensidade sobre as variáveis investigadas. Nossos resultados indicam que os atletas de taekwondo não foram afetados pelo uso de diferentes volumes e intensidades em atividade de potência específica e não específica visando a manifestação da potencialização pós-ativação

Endereço: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/39/39134/tde-28082014-095208/pt-br.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.