Efeito do Aumento da Precisão do Cr na Aquisição de Uma Habilidade Motora em Universitários

Por: Maria Teresa Cattuzzo.

III Congresso de Ciência do Desporto

Send to Kindle


Introdução. Nos momentos iniciais do processo de aquisição de uma habilidade o aprendiz tem que tratar com grande quantidade de incerteza, devido às particularidades do ambiente, da tarefa e do próprio corpo e tanto a prática quanto a informação sobre o erro (feedback) são fontes de ordem para esse sistema. Conhecimento de Resultados é a informação suplementar sobre o erro, que deveria servir como orientação para a sua correção, auxiliando o processo de aprendizagem. O grau de especificidade do conhecimento de resultados (CR) parece ter influência nesse processo: pesquisas com CR sugerem que a aprendizagem poderia ser influenciada positivamente pelo aumento na sua precisão.

Objetivo: testar o efeito do aumento da precisão do fator conhecimento de resultados (CR) na aquisição de uma habilidade motora com demandas de força e precisão, em universitários. Método. Quarenta universitários (=21,13±2,26 anos; =20,97±2,17 anos) praticaram uma tarefa de acertar um alvo sobre uma mesa, mediante o lançamento de discos metálicos. Foram formados três grupos experimentais de acordo com o nível de precisão do CR: pouco preciso (GPP; n=10), preciso (GP; n=10) e muito preciso (GMP; n=10), além do grupo controle (GC; n=10) que não recebia o CR. A medida de desempenho foi o erro absoluto (EA). O experimento contou com duas fases: estabilização (60 tentativas) e adaptação (10 tentativas); os as.

Resultados. Na fase de Estabilização, a ANOVA Two-Way apontou diferenças significativas entre os grupos (F3,36=5,16; p=0,004) e o post-hoc com o teste de Newman-Keuls indicou que o GC teve um desempenho significativamente inferior em relação aos grupos GPP (p=0,013), GP (0,005) e GMP (p=0,007). Na fase de Adaptação, não houve diferença entre os grupos. Os resultados sugerem que a presença de CR teve efeito na estabilização do sistema, confirmando a hipótese de guia do CR (Salmoni, Schmidt e Walter, 1994) para essa fase; no entanto, a presença de CR ou o aumento na sua precisão não tiveram efeito na fase de adaptação.

 Conclusão. Em seu conjunto os dados permitem concluir que o aumento da precisão de CR não favoreceu a formação da estrutura ou sua adaptabilidade para esta habilidade manipulativa com demandas de força e precisão, em universitários. A partir desse estudo, poder-se-ia questionar se o aumento de precisão de CR teria efeito em outro nível de desenvolvimento, por exemplo, em crianças ou idosos.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.