Efeito do Consumo de Carboidrato na Ativação Cerebral Durante Exercício Físico

Por: Gabriela Kaiser Fullin Castanho.

64 páginas. 2014 21/01/2014

Send to Kindle


Resumo

O consumo de carboidrato (CHO) está relacionado com melhor desempenho esportivo. Por vias diretas ou indiretas o substrato mantém a glicemia, poupa glicogênio, repõe glicogênio muscular e, ainda, exerce papel importante no cérebro como fonte de energia, podendo melhorar a função neural durante exercício físico. Com o consumo de CHO é possível que haja diferenciação na ativação de áreas cerebrais relacionadas ao desempenho no exercício. Com isso, esse estudo objetivou avaliar o efeito do consumo de CHO na ativação cerebral durante exercício físico realizado durante aquisição de ressonância magnética funcional (RMf). Foram voluntários 10 ciclistas do sexo masculino que realizaram um protocolo de pedalada em cicloergômetro acoplado à RMf, consumindo de 50g de carboidrato ou solução placebo no intervalo de duas séries de exercício. Os resultados mostraram que o CHO apresentou um importante papel nas áreas cerebrais durante o exercício, ativando áreas relacionadas à tomada de decisões (insula) e motivação (sistema límbico) e desativando principalmente áreas dos lobos frontal e parietal. Com o consumo de placebo também houve ativação de áreas importantes no psicológico do individuo (cíngulo posterior). Independente da substância consumida, a ativação após o consumo de bebida mostrou importante relação com áreas relacionadas à continuidade do exercício como giro do cíngulo quando comparado ao controle. Durante todo o estudo as áreas responsáveis pela iniciação e manutenção dos movimentos, localizadas principalmente no lobo frontal e cerebelo, apresentaram-se ativas. Os resultados entre o consumo do placebo e o momento controle mostraram que a substância placebo não trouxe diferença de ativação neural, sendo que o inverso ocorreu na comparação entre CHO e controle. O CHO ativou áreas de extrema importância na continuidade do exercício como o giro do cíngulo e cíngulo anterior, mostrando que a suplementação pode ter influências no cérebro durante o exercício que melhore o rendimento. Portanto, o CHO mostrou efetividade como suplemento esportivo também na atividade cerebral, mostrando importância para a prática de exercício e a melhora do rendimento. Assim conseguimos aprofundar o conhecimento da atuação de nutrientes no cérebro durante o exercício.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000923582&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.