Efeito de Diferentes Tipos de Exercício Físico no Padrão e na Eficiência do Sono de Idosos

Por: Valter Antonio Rocha Viana.

46 páginas. 2010 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

O envelhecimento é um processo dinâmico e progressivo em que ocorrem modificações morfológicas, funcionais, bioquímicas e psicológicas. Entre estas destaca-se, neste estudo, o sono, o qual passa por notáveis alterações no seu padrão e eficiência ao longo da vida, sendo observadas alterações marcantes na arquitetura do sono de idosos em relação aos padrões vistos em adultos jovens, como um maior número de interrupções e à diminuição da profundidade do sono. Tendo em vista o grande crescimento demográfico da população idosa no Brasil, faz-se necessário o desenvolvimento de programas de saúde para que esta população se prepare melhor para as etapas mais avançadas da vida. Assim, o objetivo do presente estudo foi investigar a influência de diferentes tipos de exercícios físicos no padrão e na eficiência do sono de idosos, sob a hipótese de que, a utilização de um programa de treinamento físico progressivo de intensidade moderada, poderia modificar os parâmetros do sono de idosos. A amostra foi composta por 57 homens idosos, distribuídos aleatoriamente em três grupos: Grupo controle (GC), Grupo Resistido (GR) e Grupo Aeróbio (GA). O protocolo do estudo teve a duração de 24 semanas e os grupos GR e GA realizaram sessões de treinamento físico três vezes por semana em dias alternados, totalizando 72 sessões ao final do estudo. Os resultados mostraram que não houve alterações estatisticamente significativas nos parâmetros do sono e na qualidade de vida, mas houve modificações estatisticamente significativas na composição corporal do GR, em relação ao GC, na massa gorda (%) (p=0,01), massa gorda (Kg) (p=0,04), massa livre de gordura (%) (p=0,01) e na massa livre de gordura (Kg) (p=0,01), um aumento da carga para o teste de 1 RM do GR em relação aos grupos GC e GA no Chest press (p=0,01), Leg Press (p=0,01), Vertical Traction (p=0,01), Leg Curl (p=0,01), Bíceps Curl (p=0,01), Abdominal Crunch (p=0,01), Arm Extension (p=0,01) e Lower Back (p=0,01), e um aumento no VO2 máximo do GA em relação ao GC no VO2 máx.(ml/min.) (p=0,01) e no VO2 máx. relativo (p=0,01). Em conclusão, os resultados observados no presente estudo demonstraram que, tanto o exercício físico resistido quanto o aeróbio, não modificaram o padrão e a eficiência do sono de homens acima dos 65 anos, submetidos a um programa de treinamento físico. No entanto, o exercício físico realizado de forma sistemática e de acordo com as recomendações para esta faixa etária, se mostrou efetivo para a melhora dos parâmetros de saúde, importantes para uma maior autonomia e longevidade da população idosa.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.