Efeito de Dois Modelos de Treinamento Físico na Composição Corporal, Variáveis Metabólicas e Hepáticas de Jovens Obesos

Por: Barbara de Moura Mello Antunes, Bruno Affonso Parenti de Oliveira, Diego Giuliano Destro Christofato, Ismael Forte Freitas Júnior, Loreana Sanches Silveira e Suziane Ungari Cayres.

Revista da Educação Física - UEM - v.25 - n.2 - 2014

Send to Kindle


Resumo


Comparar o efeito do treinamento concorrente e o treinamento funcional na composição corporal, perfil lipídico e esteatose hepática não alcoólica (EHNA) em adolescentes obesos. Delineamento longitudinal. Amostra de 49 adolescentes obesos (treinamento concorrente[n=36]; treinamento funcional[n=13]). Nos dois tipos de treinamento físico 50% de atividade aeróbia, e 50% resistida. Tais treinamentos se diferem na atividade resistida (concorrente: musculação; funcional: peso do próprio corpo e/ou pesos livres). Dada a normalidade da distribuição, foi empregado Teste t de Student para dados pareados. O treinamento concorrente apresentou redução para variáveis LDL-c(-16,45%), CT(-11,55%), GC(-8,52%) e GT(-9,95%) e aumento na MCM(5,05%). Por outro lado, treinamento funcional apresentou alterações significativas na composição corporal tais como, GC(-4,97%), MCM(4,18%), GT(-5,11%) e GI(-19,90%). O treinamento funcional apresentou diminuição de 76,9% na ocorrência de EHNA, porém, devido a elevada prevalência desta doença, cabe salientar que o treinamento concorrente também foi eficaz para o tratamento da mesma em adolescentes obesos.
 

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/22397

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.