Efeito de Um Programa de Intervenção com Educação Nutricional e Atividade Física na Prevenção da Obesidade em Escolares : Um Estudo Controlado Randomizado

Por: Roberta Roggia Friedrich.

87 páginas. 2015 20/09/2015

Send to Kindle


Resumo

Introdução: a prevalência de obesidade infantil tem aumentado rapidamente no Brasil nas últimas décadas. Por isso, há uma necessidade urgente de desenvolver estratégias efetivas na prevenção e controle da obesidade infantil. Neste contexto, foi desenvolvido um programa de intervenção com educação nutricional e atividade física no âmbito escolar, com o objetivo de prevenção e controle da obesidade, denominado TriAtiva: educação, alimentação e atividade física. Métodos: trata-se de um estudo controlado randomizado por conglomerado, conduzido em 12 escolas municipais da cidade de Porto Alegre/RS (6 escolas intervenção e 6 escolas controle), do primeiro ao quarto ano do ensino fundamental, durante um ano letivo. O Programa TriAtiva foi implementado nas escolas de intervenção, através de práticas educativas relacionadas à alimentação saudável e à atividade física, visando ao desenvolvimento da saúde do aluno em um ambiente favorável, com o envolvimento da comunidade escolar e dos familiares. Foi considerado desfecho primário o índice de massa corporal e como desfechos secundários o percentual de gordura corporal, circunferência da cintura, além da prevalência, incidência e remissão do excesso de peso e obesidade. Resultados: foram avaliados 600 escolares, com uma perda de 10,3% até o final do estudo. Comparados ao grupo controle, escolares do grupo intervenção apresentaram redução no índice de massa corporal (IMC), com diferença de média padronizada (DMP) de -0,18 (IC95%: -0,27 a -0,08; P=0,002), no peso com DMP de -0,10 (IC95%: - 0,16 a -0,04; P=0,004) e no escore Z do IMC com DMP de -0,19 (IC95%: -0,29 a -0,09; P=0,002), todos com significância estatística. Também houve redução, mas não estatisticamente significativa, na circunferência da cintura com DMP de -0,07 (IC95%: -0,13 a 0,02; P=0,06) e no percentual de gordura corporal com DMP de -0,07 (IC95%: -0,28 a 0,14; P=0,47). O grupo intervenção apresentou mudança com a redução na prevalência de excesso de peso e obesidade com odds ratio (OR) de 0,77 (IC95%:0,61 a 0,97; P=0,02) e OR de 0,54 (IC95%: 0,44 a 0,67; P<0,001), respectivamente. Também houve aumento na remissão do excesso de peso e obesidade, com OR de 3,57 (IC95%: 1,39 a 9,09; P=0,008) e OR de 7,69 (IC95%: 3,94 a 14,28; P<0,001), respectivamente. Mas não houve mudanças na incidência do excesso de peso com OR de 0,57 (IC95%: 0,20 a 1,62; P= 0,29) e na obesidade com OR de 0,89 (IC95%: 0,18 a 4,28; P=0,88). Conclusão: o Programa TriAtiva apresentou efeitos positivos no IMC e mudanças favoráveis na prevalência e remissão da obesidade, após o término do programa, tornando-se um aliado na prevenção e controle da obesidade, no âmbito escolar. Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos: RBR- 2xx2z4.

Endereço: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/129686

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.