Efeito da Direção da Transferência Interlateral no Aprendizado de Tarefa de Sequência de Toques de Dedos

Por: Bruno Secco Faquin, , Paulo César Andrean e .

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.35 - n.1 - 2013

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo analisou o efeito da direção da transferência interlateral no aprendizado de tarefa de toques de dedos. Vinte participantes destros (18-30 anos) foram divididos em 2 grupos: prática com a mão direita (GD) e com a mão esquerda (GE). Os grupos foram avaliados em fases de pré-teste, pós-teste e retenção. A tarefa consistiu na realização do maior número de toques alternados entre o polegar e os demais dedos, durante 10 segundos, em sequência pré-estabelecida. O GE apresentou maior número de toques de dedos com a mão esquerda no pós-teste (Z=2,2; P=0,028) comparado ao pré-teste. O GD aumentou o número de toques de dedos do pré-teste para a retenção para a mão direita (Z=2,4; P=0,017) e esquerda (Z=2,6; P=0,009), indicando o aprendizado e a transferência in- terlateral. A transferência interlateral no sentido da mão direita para esquerda foi explicada pelo princípio da treinabilidade.
 

Endereço: http://revista.cbce.org.br/index.php/RBCE/article/view/1336

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.