Efeito do Exercício nos Componentes Placentários: Revisão Sistemática e Meta-análise

Por: Eliane Florencio Gama e Walter Krause Neto.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.21 - n.6 - 2015

Send to Kindle


Resumo

O exercício físico tem demonstrado efeito positivo nos muitos desfechos da gravidez. Componentes da placenta são importantes para a troca de oxigênio e nutrientes entre mãe e feto. O objetivo deste estudo foi revisar de forma sistemática e realizar uma meta-análise para verificar se o exercício físico pode induzir um ajuste morfológico nos componentes da placenta. A pesquisa foi feita sistematicamente no banco de dados PubMed até 30 de outubro de 2014. Foram incluídos estudos randomizados e não-randomizados com grupo controle, que tiveram como objetivo investigar o efeito do exercício físico (água, aeróbico e resistência) em componentes da placenta (peso e volume placentário, volume vascular e volume viloso, espaço interviloso e troncos vilosos). Inicialmente, identificamos 222 artigos, dos quais nove artigos foram utilizados para a análise de texto completo. Por último, quatro artigos foram incluídos na revisão sistemática e meta-análise. A meta-análise demostrou que o exercício parece afetar o peso da placenta (95% IC, 39,73g [4,66-74,80]), o volume placentário (IC 95%, 47,11cm3 [37,99-56,23]), o espaço interviloso (IC 95%, 16,76 cm 3
[12,66-20,68]), o volume viloso (IC 95%, 46,01 cm 3 [40,21-51,81]), o volume vascular viloso (95% IC, 15,95 cm 3 [7,83-24,07]) e o tronco viloso (95% IC, 6,00 cm 3 [4,25-7,75]). Aparentemente, o exercício físico tem efeito positivo sobre os componentes da placenta. No entanto, esta conclusão é baseada em um número limitado de estudos. Claramente, destaca-se a necessidade de amostras maiores e melhor qualidade de metodologia.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922016000200097&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.