Efeito do Método Pilates no Solo Sobre Parâmetros Respiratórios de Indivíduos Saudáveis

Por: Karina Maria Cancelliero-gaiad, Magno dos Santos e Mariana Trevisani Arthuri.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.23 - n.1 - 2015

Send to Kindle


Resumo

RESUMO: Apesar de o método Pilates ser muito utilizado atualmente inclusive na reabilitação, há escassez de trabalhos que avaliam os efeitos sobre parâmetros respiratórios, ressaltando que a respiração está entre os primeiros princípios do Pilates. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos do método Pilates no Solo sobre parâmetros respiratórios de indivíduos saudáveis. Foram selecionadas 10 mulheres saudáveis que foram avaliadas por espirometria, manovacuometria e cirtometria antes e após intervenção com o método Pilates no Solo por um período de 10 semanas com frequência de duas vezes por semana, totalizando 20 sessões. A análise estatística foi realizada pelo teste Shapiro-Wilk seguido do teste t de Student ou Wilcoxon, dependendo do resultado do teste de normalidade de cada domínio analisado (p<0,05). Os resultados mostraram que o método Pilates aumentou a ventilação voluntária máxima (7,9%), a força muscular inspiratória (24,7%) e expiratória (25%), além do aumento na cirtometria axilar (85,9%), xifoideana (90,8%) e abdominal (192,3%). Conclui-se que o método Pilates no Solo se mostrou eficaz na melhora da força e resistência muscular respiratória, além da mobilidade tóraco-abdominal em mulheres saudáveis.

Endereço: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/4900

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.