Efeito do Treinamento de Força com Resistência Elástica Sobre o Desempenho da Flexão de Quadril em Bailarinas Clássicas

Por: Ana Paula Zuccolotto, Anderson Rech, Francesca Chaida Sonda, Magda Amabile Biazus Carpeggiani Bellini e Mônica de Oliveira Melo.

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.30 - n.4 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Para realização e manutenção de movimentos estéticos de grande amplitude articular, um bailarino necessita desenvolver além de fl exibilidade, força muscular. Trabalhos científi cos sobre o “ballet” apontam para uma lacuna com relação ao efeito de diferentes métodos de treinamento na produção de força muscular em grandes amplitudes de movimento. Assim, o objetivo deste estudo foi investigar os efeitos de um programa de treinamento de força com resistência elástica so bre o torque, a amplitude de movimento ativa e passiva, bem como o ângulo e o tempo de sustentação da flexão de quadril em bailarinas clássicas. Participaram deste estudo 15 bailarinas que foram divididas em dois grupos: grupo intervenção (n = 8) e grupo controle (n = 7). Durante o estudo, todas participantes mant iveram a rotina habitual de aulas de “ballet”, porém o grupo intervenção realizou um treinamento de força com resistência elástica para os fl exores de quadril, o qual foi realizado duas vezes por semana, durante seis semanas. Antes e depois de seis semanas, todas participantes realizaram medidas de torque, das amplitudes ativas e passivas, bem como do ângulo e tem
pode sustentação da fl exão de quadril. ANOVA de um fator (grupo) com medidas repetidas no tempo foi usada para identifi car os efeitos da intervenção. O grupo intervenção apresentou incrementos de torque três vezes superiores ao grupo controle (grupo intervenção = 38,47% e grupo controle = 13,13%). Incrementos de 125,25% para o tempo de sustentação foram observada s somente para o grupo intervenção. Nenhum efeito foi identifi cado nas demais variáveis. Os achados mostram que o treinamento de força com resistência elástica gera aumentos no torque, bem como no tempo de sustentação de fl exão de quadril em bailarinas clássicas
 

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issuetoc&pid=1807-550920160004&lng=pt&nrm=iso

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.