Efeito dos Treinamentos Aeróbio, Força e Concorrente nas Respostas dos Hormônios Testosterona e Cortisol

Por: Edson Manoel Mendes Junior.

III Congresso de Ciência do Desporto

Send to Kindle


Introdução: Treinamentos de Força e Aeróbio promovem diferentes adaptações fisiológicas respectivas a cada tipo de treino. Já o Treinamento Concorrente (TC), associação entre Treinamento de Força (TF) e Treinamento Aeróbio (TA), tem se mostrado mais eficiente em populações de meia idade e idosos, promovendo maiores  benéficos à saúde. No entanto, as respostas das relações entre hormônios anabólicos e atabólicos podem sinalizar a magnitude desses ganhos de força e massa magra.

 Objetivo: Comparar as respostas e a razão dos hormônios Testosterona Total (T) e Cortisol (C) em 16 semanas de TF, TA e TC em homens de meia-idade.

 Metodologia: Participaram desse estudo 21 indivíduos do sexo masculino (50,52±5,36 anos) sendo: TF (n= 7), que realizaram 10 exercícios com 3 séries de 8-10 repetições e 60-90 s de pausa, TC (n= 16) que realizou o TF composto de 5 exercícios na mesma intensidade realizada pelo TF isolado, acrescido de 30 minutos de TA, com exercícios de caminhada ou corrida com intensidades correspondentes a 50-85% VO2pico. e TA que realizou 60 minutos exercícios de caminhada ou corrida com intensidades correspondentes a 50-85% VO2pico; As amostras de sangue foram coletadas pré e pós período experimental após 12 horas de jejum e analisadas pelo método Quimiluminescência.

Resultados: são apresentados na Tabela 1. Tabela 1. Valores de média e desvio-padrão de Testosterona Total (T), Cortisol (C) e razão T/C pré e pós 16 semanas do período experimental. Pré Pós Efeito F p T (mol.L1) ANOVATF 11,95±5,30 11,30±6,94 Grupo (G) 0,203 0,818 TC 12,31±4,90 11,82±4,99 Momento (M) 0,346 0,564 TA 12,11±3,24 14,55±5,16 G x M 1,698 0,213 C (mol.L1) ANOVA TF 479,79±206,90 451,72±171,35 Grupo (G) 1,118 0,329 TC 497,49±107,82 341,55±119,27 Momento (M) 1,866 0,190 TA 389,94±124,65 365,10±97,88 G x M 0,530 0,598  Razão T/C ANOVA TF 0,028±0,016 0,025±0,012 Grupo (G) 1,146 0,341 TC 0,025±0,009 0,037±0,016 Momento (M) 2,510 0,132  A 0,032±0,006 0,040±0,014 G x M 1,808 0,194 TF=Treinamento de força; TC=Treinamento concorrente; TA=Treinamento aeróbio. * Diferença significante entre os momentos (p < 0,05).

Conclusão:testoster Os protocolos de TF, TA e TC não modificaram os níveis basais de  ona total e cortisol, bem como, a razão T/C. O treinamento aeróbio não contribuiu para possíveis respostas catabólicas e também quando associado ao TF ao longo de 16 semanas.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.