Efeito de Duas Combinações de Prática Constante e Variada no Desempenho: Mudanças no Componente Perceptivo

Por: Alessandro Bruzi, Fabiano de Souza Fonseca, , João Vitor Alves Pereira Fialho, Leandro Palhares e .

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

A demonstração é considerada uma das principais fontes de informação do contexto
de prática, por informar aos aprendizes sobre o padrão de movimento acerca de
uma habilidade motora que será executada. Dentre os diversos aspectos que podem
interferir o processo de aprendizagem através da demonstração, o número de
demonstrações é um tema que tem sido investigado.Contudo poucos estudos foram
realizados em uma situação mais próxima das situações reais de ensinoaprendizagem.Dessa forma, o objetivo deste estudo foi investigar o efeito do número
de demonstrações na aprendizagem de uma habilidade motora discreta - arremesso
de dardo com movimento póstero-anterior.Uma amostra de 40 sujeitos de ambos
os sexos e com idade entre 18 e 40 anos, que alcançaram o desempenho critério e
que executaram o padrão de movimento correto, foram extraídos de 74 sujeitos
universitários, voluntários.Os 40 sujeitos foram distribuídos randomicamente em 2
grupos: 2 demonstrações (D2) e 10 demonstrações (D10). A tarefa consistiu no
arremesso de 1 dardo de salão, com o movimento póstero-anterior do braço, a 1
alvo circular posicionado paralelamente ao solo.O experimento constou de 2 fases:
aquisição, na qual os 20 sujeitos de cada grupo alcançaram a faixa critério de pontuação
- 3 tentativas consecutivas entre 7 e 10 pontos - realizando o arremesso a 2,5 m do
centro do alvo; teste de transferência, com 10 tentativas a 3 m do centro do alvo. Na
análise da medida de desempenho, média e coeficiente de variação do escore obtido,
em blocos de 5 tentativas, a ANOVA two-way com medidas repetidas no segundo
fator não identificou diferenças intergrupos (p>0,05), no entanto, por meio do mesmo
teste estatístico, foram identificadas diferenças intragrupos, para estas medidas.Durante
a fase de aquisição houve aumento na precisão [F(1,38)= 152,835, p<0,01] e redução
da variabilidade do escore [F(1,38)= 50,763, p<0,01] em ambos os grupos. Contudo,
na comparação entre o último bloco da fase de aquisição e os 2 blocos do teste de
transferência foi identificada redução na precisão [F(2,76)= 65,113, p<0,01] e aumento
na variabilidade do escore [F(2,76)= 18,095, p<0,01]. Os resultados indicam que
não houve efeito do número de demonstrações na aprendizagem da habilidade
arremesso de dardo com movimento póstero-anterior, analisados por meio de medida
de desempenho, e sugerem a utilização de medidas que avaliem a aquisição do
padrão espaço-temporal do movimento.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/60_Anais_p213.pdf

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.