Efeito Imediato do Uso de Palmilhas Proprioceptivas em Parâmetros Espaciais e Espaço-temporais do Equilíbrio Unipodal de Adultos Sadios

Por: A. P. C. Calvo, A. Y. Y. Hamanaka e M. H. Mathias.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

O uso de informação somatossensorial adicional (i.e. tátil) favorece o controle postural estático e dinâmico. No entanto, a compreensão de dispositivos que promovem abundância das informações somatossensoriais ainda é insuficiente. Uma palmilha com 40 semi-esferas de 5mm de diâmetro sobre sua superfície foi desenvolvida para potencializar informações sensoriais táteis das solas dos pés e, consequentemente, proporcionar melhora no controle postural ereto, bípede e estático de indivíduos idosos e idosos vivendo com a doença de Parkinson (DP). Nos idosos vivendo com DP, seus efeitos imediatos foram expressivos no controle postural estático e inexpressivos na locomoção. Entretanto, devido ao perfil das amostras e das habilidades avaliadas, tais efeitos não são norteadores para a compreensão profunda da influencia da abundância da informação somatossensorial sobre o controle postural humano. Assim, o objetivo deste experimento é verificar os efeitos imediatos desse instrumento no equilíbrio unipodal de adultos. Doze homens adultos jovens (idade: = 28,4anos; peso corporal: = 73,08kg; e estatura: = 1,73m) declaradamente saudáveis e canhotos para equilibrarem-se em um pé participaram do estudo Os participantes realizaram três tentativas válidas em manterem-se em equilíbrio ortostático unipodal, com membro de apoio estendido e membro suspenso com joelho fletido a 90° com olhar fixo a um alvo à sua frente, por 10 segundos sobre uma plataforma de equilíbrio (100Hz; Butterworth -5Hz/4ªordem/passa-baixa) em duas condições de palmilha: Convencional [S] e Proprioceptiva [P] alternando ambos os membros de apoio (membro direito [D]; membro esquerdo [E]). Teste t de Student, ou Wilcoxon, (p<0,05) e Tamanho do Efeito foram realizadas entre condições para cada membro. Foram analisadas seis variáveis espaciais, e seis espaços-temporais nas direções ântero-posterior (AP) e médio-lateral (ML); e três variáveis espectrais (frequência mediana). Em geral, o uso de palmilha proprioceptiva [X] reduziu os parâmetros de deslocamento, velocidade e aceleração do membro não dominante para suporte do corpo. O uso desta palmilha não provocou alterações significativas em domínio espectral, embora tenha apresentado resultados tendenciosos à melhora. Concluiu-se que a Palmilha Proprioceptiva [X] foi capaz de estimular os mecanorreceptores do solado dos pés possibilitando melhora nos parâmetros de equilíbrio unipodal de adultos saudáveis.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.