Efeito da Intensidade do Exercício na Oxidação de Carboidratos e Gorduras Durante a Recuperação em Diabéticos Tipo 2

Por: Carmen Sílvia Grubert Campbell, Daisy Fonseca Motta, Gisela Arsa Cunha, , Herbert Gustavo Simões, Laila Cândida de Jesus Lima, Marcelo Magalhães Sales, Ricardo Yukio Asano e Wesley Salazar Almeida.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.19 - n.1 - 2011

Send to Kindle


Resumo

Indivíduos com diabetes tipo 2 (DM2) apresentam alterações na utilização de substratos energéticos em repouso e durante o exercício. Estudos têm demonstrado que o exercício pode ser efetivo no controle e tratamento do DM2, porém o efeito de diferentes intensidades de exercício sobre a relação da contribuição de carboidratos e gorduras durante a recuperação ainda não foi elucidado. Métodos. Vinte indivíduos sedentários e de ambos os sexos, foram divididos em 2 grupos, sendo 9 indivíduos DM2 e 11 não diabéticos (ND) foram submetidos a 3 sessões experimentais: Teste incremental máximo (TI), sessão de exercício realizada a 90% da carga do limiar de lactato (90%LL) e, sessão controle (CONT), sessão realização de exercício. Em todas as sessões experimentais, os indivíduos permaneceram em repouso durante o período de recuperação (pós-exercício) durante 135 minutos, sendo que, aos 45 minutos de recuperação foi administrada uma solução de carboidrato (CHO). Resultados. Ambos os grupos apresentaram elevada oxidação de carboidratos durante as sessões de exercício intenso (TI) e moderado (90%LL) quando comparado aos valores de repouso (p

Endereço: http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/2186

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.