Efeito da Modificação da Tarefa no Movimento de Rebatida de Forehand de Mesa-tenistas Habilidosos

Por: Welber Marinovic.

133 páginas. 2003

Send to Kindle


Resumo

Este estudo teve como objetivo investigar a capacidade de adaptação de jogadores habilidosos de tênis de mesa frente a diferentes modificações da tarefa Como pano de fimdo para este estudo foi adotada a abordagem hierárquica de controle de habilidades motoras. Essa abordagem propõe a coexistência de consistência e variabilidade como aspectos complementares do comportamento motor habilidoso, os quais possibilitam a observação de movimentos bem sucedidos em diferentes situações. A tarefa utilizada foi a rebatida de forehand drive do tênis de mesa em resposta a bolas lançadas por um robô em 4 diferentes condições: 1) bola quicada com efeito para frente; 2) bola quicada com efeito lateral~ 3) bola direta com efeito para frente~ e, 4) bola direta com efeito lateral. Os resultados de desempenho dos sujeitos indicaram que eles conseguiram se adaptar com sucesso às quatro modificações apresentadas pelo experimentador. Mas, que as condições 3 e 4 foram mais dificeis que as condições I e 2. Em relação às medidas correspondentes aos aspectos invariantes e variantes do comportamento, considerando a condição 1 como referência, os resultados mostraram que desta condição para a 2 os sujeitos somente alteraram a variabilidade do deslocamento absoluto no componente de pós-contato, isto é, eles se adaptaram por meio da flexibilidade do padrão de movimenfo adotado. Por sua vez, da condição I para as condições 3 e 4, os indivíduos mantiveram os tempos (relativos e absolutos) dos componentes de backswing e de forwardswing, alterando somente os componentes pré e pós-contato. Em relação ,às medidas correspondentes aos aspectos variantes, os resultados mostraram que houve alteração em todos os componentes. De uma forma geral, em termos dos aspectos invariantes e dos variantes, verificou-se que quanto maior a dificuldade da tarefa, maior a variabilidade do movimento dos sujeitos naqueles componentes que permitiram sua adaptação. Em suma, estes resultados permitem concluir que: a) os recursos utilizados por jogadores de tênis de mesa para promover a adaptação da rebatida incluem alterações dos aspectos invariantes e dos aspectos variantes; b) a natureza da alteração depende da dificuldade imposta pela condição apresentada, somente em condições mais dificeis aspectos invariantes são alterados; e, c) que os aspectos invariantes dos componentes mais microscópicos da habilidade (pré e pós-contato), tendem a ser menos resistentes as modificações da tarefa do que os aspectos invariantes dos componentes mais macroscópicos (backswing e jorwardswing). Concluindo, consistência e variabilidade têm papel relevante na capacidade de adaptação de comportamentos habilidosos. Nesse sentido, os resultados indicam para uma organização hierárquica do programa de ação subjacente.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=2268&listaDetalhes%5B%5D=2268&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.