Efeito do Número de Mortais em Séries de Trampolim Acrobático Sobre a Freqüência Cardíaca, a Concentração de Lactato Sangüíneo e a Percepção de Esforço

Por: Eduardo Kokobum e Monica Maria Viviani Brochado.

IX Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

As atividades desenvolvidas no Trampolim Acrobático (TR), enquanto esporte de competição, constam de uma série de 10 saltos consecutivos de dificuldade variada, precedidos de saltos simples em pé para tomada de impulso, e raramente ultrapassam o tempo de 40 segundos. Durante o período de tomada de impulso, o saltador precisa fazer um esforço considerável para ganhar altura, chegando até a mais de 4 metros (da rede aos pés), no caso de esportistas de alto nível internacional. Depois deverá manter a altura obtida, durante a execução dos 10 elementos que compõe a sua série. O presente estudo pretendeu verificar a intensidade do esforço de séries de saltos com diferentes números de mortais (rotações de 360°sobre o eixo transversal), sobre o organismo de jovens saltadores.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.