Efeito da Privação do Sono na Performance Física

Por: .

83 páginas. 1989 20/03/1989

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo teve como objetivo, verificar o efeito da privação total e parcial do sono na performance física, em diferentes níveis de esforço, em indivíduos do sexo masculino em idade adulta. Para a amostra, foram selecionados 30 sujeitos todos recrutas pertencentes ao 28º Batalhão de Caçadores, com idade média de 19.46 anos - SD : 0.77. A amostra foi dividida em 3 grupos de 10 sujeitos, os quais foram submetidos a 3 tratamentos distintos e simultâneos, durante 3 dias, havendo um rodízio de forma que todos os grupos experimentassem os tratamentos. O primeiro tratamento consistia em dormir normalmente durante a noite; o segundo em permanecer acordado durante a noite e o terceiro dormir de forma fracionada durante toda a noite. Após cada tratamento, os sujeitos foram submetidos a uma bateria de testes composta pelo teste de Von Dobeln, Flegner Power Test e teste de 40 seg. Os resultados permitem afirmar que existem diferenças significativas em nível de 0.05 entre os escores médios dos testes após uma noite bem dormida, quando comparados com os escores médios dos testes após uma noite sem dormir ou com o sono fracionado. Comparando-se os resultados da noite sem dormir com o sono interrompido, verificou-se não haver diferenças significativas. Estas tendências foram determinadas em todos os resultados dos testes efetuados, mostrando que a privação do sono REM nos indivíduos, ao que parece diminui a performance física bem como altera a sensação subjetiva de cansaço.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=1003&listaDetalhes%5B%5D=1003&processar=Processar

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.