Efeito do Tratamento Clínico de Um Corredor de Longa Distância com Broncoespasmo Induzido Pelo Exercício: Relato de Caso

Por: Celso Ricardo Fernandes de Carvalho, Leonardo Borges de Barros e Silva, Luiz Augusto Riani Costa, Luzimar Raimundo Teixeira, Milton de Arruda Martins, Raquel Calvo Gonçalves e Renata Nakata Teixeira.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.15 - n.2 - 2009

Send to Kindle


Resumo

O broncoespasmo induzido pelo exercício (BIE) é uma condição que se caracteriza pelo estreitamento transitório das vias aéreas durante ou após o esforço físico e afeta principalmente portadores de asma. Em atletas profissionais que praticam esportes de alta intensidade, a prevalência também é alta; no entanto, seu diagnóstico permanece subestimado. O presente estudo descreve o caso de um atleta do sexo masculino, 23 anos, corredor de longa distância sem histórico de asma, que após um teste gradual de exercício apresentou chiado no peito e queda da função pulmonar. Após um teste específico, o atleta foi diagnosticado como BIE positivo. Iniciou-se, então, um tratamento clínico com broncodilatador e após 30 dias verificou-se melhora importante em seu consumo máximo de oxigênio, obtido no pico do esforço (VO2 pico). Palavras-chave: asma, atletas, rendimento, broncoconstrição.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922009000200010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.