Efeito do Treinamento com Pesos na Pressão Arterial de Repouso em Idosas Normotensas

Por: André Luiz Demantova Gurjão, José Claudio Jambassi Filho, Marilia Ceccato, Nelson Hilário Carneiro, Raquel Gonçalves e .

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.19 - n.3 - 2013

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO: O treinamento com pesos (TP) tem sido amplamente empregado em adultos idosos com objetivo de minimizar ou reverter os efeitos deletérios do processo de envelhecimento no sistema neuromuscular. No entanto, os potenciais benefícios do TP para a pressão arterial e frequência cardíaca de repouso de adultos idosos ainda permanecem controversos. 
OBJETIVO: Analisar o efeito de oito semanas de TP na pressão arterial sistólica (PAS), pressão arterial diastólica (PAD), pressão arterial média (PAM) e frequência cardíaca (FC) de repouso em idosas sem hipertensão arterial. 
MÉTODOS: Dezessete mulheres idosas (66,0 ± 5,8 anos) sem experiência em TP foram separadas aleatoriamente em grupo treinamento (GT; n = 10) e grupo controle (GC; n = 7). As variáveis hemodinâmicas de repouso foram avaliadas pelo método auscultatório (esfigmomanômetro de mercúrio) e frequencímetro cardíaco (Polar), antes e após oito semanas do período experimental. 
RESULTADOS: Reduções atribuíveis ao TP foram encontradas apenas para a PAS (-13,4 mmHg; p < 0,01). Apesar de reduções significativas terem sido observadas para a PAD e PAM, a análise de covariância não mostrou interação Grupo x Momento significativa. 
CONCLUSÃO: O TP se mostrou um treinamento eficaz para promover adaptações no sistema cardiovascular de mulheres idosas sem hipertensão arterial. Oito semanas de TP pode reduzir significativamente a PAS de repouso de mulheres idosas.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922013000300002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.